POSTURA E CONTROLE DE VOO EM BORBOLETAS.

Borboletas sobem usando suas grandes asas e batidas lentas, cerca de 10 batidas por segundo, em comparação com cerca de 200 em abelhas. Um novo modelo mostra como eles controlam isso sacudindo o vôo errático: boa postura e um pouco de requebrado. A investigação sobre voo borboleta tem sido limitada a estudar borboletas amarradas em … Continuar lendo

PRIMEIRO ESTUDO DA ATMOSFERA DE EXOPLANETAS DO TAMANHO DA TERRA APONTA PARA POSSÍVEL HABITABILIDADE.

Usando o telescópio espacial Hubble da NASA, os astrônomos conduziram a primeira pesquisa de atmosferas em torno de clima temperado, planetas do tamanho da Terra fora do nosso sistema solar e encontrou indícios que aumentam as chances de habitabilidade em dois exoplanetas. Especificamente, eles descobriram que os exoplanetas TRAPPIST-1b e TRAPPIST-1c, aproximadamente 40 anos-luz de … Continuar lendo

CIRCULAÇÃO OCEÂNICA EM ÁGUAS PROFUNDAS, A BIODIVERSIDADE MARINHA E MUDANÇAS CLIMÁTICAS. (Comentado)

Um link direto foi demonstrado entre o maior aumento na biodiversidade marinha do Fanerozóico e o início e a súbita geleira. O aparecimento de condições gélidas súbitas durante o Ordoviciano médio foi uma mudança abrupta no clima. Antes disso, a Terra foi exposta a uma super-estufa prolongada com temperaturas da superfície do mar estimadas acima … Continuar lendo

INSETOS ANTIGOS USAVAM CORPOS DE PRESAS PARA SE CAMUFLAR.

Se magicamente você fosse transportados de volta para o Médio-Cretáceo, você provavelmente teria em suas mãos gigantes se esquivando de dinossauros como o Iguanodonte ou o Carcharodontosaurus cheio de dentes. Em um momento mais calmo, porém, você poderia notar uma maravilha menor: minúsculos insetos no chão da floresta usando camuflagens. Novos fósseis revelam que os … Continuar lendo

A ORIGEM DO DESENVOLVIMENTO DO CÓRTEX CEREBRAL HUMANO

Um grupo particular de células-tronco neurais, encontradas em abundância somente durante o desenvolvimento embrionário em seres humanos, tem uma capacidade muito maior de proliferar células que dão origem ao córtex em outros animais. A elas devemos nosso excepcional desenvolvimento do córtex que caracteriza nossa espécie e, em menor grau, outros primatas. É um grupo de células-tronco … Continuar lendo