5 – DA QUEDA DO CRIACIONISMO A APRESENTAÇÃO DE OUTRAS RESPOSTAS.

Para muitas perguntas que o homem fez a si mesmo, grande parte a ciência respondeu com fatos e algumas teorias. Obviamente que nem sempre a ciência esta certa, e por isso trabalha da forma que trabalha, com paradigmas, verdades temporárias. A filosofia também descarta grande parte da existência de Deus propondo questionamentos que põem em cheque a forma comq eu a religião responde as duvidas do mundo. A arte também tem outra forma, a história da humanidade trás respostas a veracidade das profecias bíblicas, a psicologia também trás respostas mais convincentes e a sociedade também, pela sua constante mudança ao longo dos tempos, a biologia explica a diversidade e assim por diante

Nem todas as questões são respondidas pela ciência ou a filosofia ou artes… o fato é que Deus responde somente algumas lacunas que o homem ainda não preencheu. Obviamente só porque a ciência não explica algo significa que a religião esta certa.

Os ateus também devem deixar de associar a inexistência de Deus a ciência. A ciência na maioria das vezes descarta a existência de Deus para certos fenômenos, mas não significa que ele não existe. A filosofia e todas essas ciências tem propostas que podem ou não refutar a existência de uma entidade divina.

Sei que é difícil se calar quando diversos cristãos mendigam dinheiro e ofertas na TV. Quando a religião deles condenaram milhões e milhões de pessoas no Tribunal do Santo Ofício e quando abrem a boca pra falar mentiras do tipo, Darwin escreveu a evolução porque Deus tirou sua filha, ou que  os personagens da história que mais mataram gente foram os ateus como Stalin e Mao tse tung. Cabe lembrar que Darwin ficou chocado com o que sua teoria de seleção natural apontava, já que era alguém super religioso. Se sentiu o capelão do diabo quando se deu conta do poder de sua teoria. Isso é registrado historicamente, assim como Stalin, que antes de se tornar ateu era Católico, e Mao TSE antes era budista.

Da mesma forma que hoje não acreditamos mais em Zeus, podemos em breve não acreditar mais em Deus. Podemos analisar esta frase do ponto de visto histórico, social, artístico, psicológico, racional e filosófico. Sem necessariamente recorrermos a física clássica, quântica ou relativista, ou a biologia evolutiva.

A Revista superinteressante de novembro de 2010 (veja a reportagem: ) trouxe uma abordagem histórica e social baseada em registros arqueológicos sobre a criação de Deus pelo homem.

Um site criacionista condenou totalmente a abordagem da revista. Mas é interessante que a mesma abordagem socio/histórica e cultural que a arqueologia bíblica demonstrou nesta reportagem foi utilizada pelo autor do site na tentativa de promover o criacionismo.

A matéria de capa deste mês da publicação, que se considera de divulgação científica, surpreende apenas por um detalhe: tratou em novembro de um tema que geralmente explora em dezembro, ou seja, religião. De resto, é o mesmo cardápio de sempre: acusações e críticas infundadas contra a fé judaico-cristã e uso de fontes limitadas e que expressam apenas um lado da questão.

O autor até postou um artigo tentando desmentir a reportagem da revista, mas como competir com uma revista de grande acesso publico? Não dá, entretanto, seus argumentos são de certa forma, infantis e fracos considerando os peso da reportagem e os registros arqueológicos.

Outros pontos comentados no site demonstra o quanto infantis e infundadas são as verdades postuladas. Em uma reportagem sobre a adolescência, onde os fãs imitam seus ídolos deve-se ter precaução ao tirar foto fazendo cara de mal, pois a Bíblia adverte que:

“Abstende-vos de toda a aparência do mal” (1Ts 5:22).

Imitar o seu ídolo quer dizer que você o aprecia e se isso torna-se comum significa que acima de tudo, você foi pego por um meme.  Termo postulado por Dawkins a quem os criacionistas se opõem freneticamente. Então atribui-se aos gestos, as musicas e a desenhos interpretações malignas, infundadas.

Interpretações grosseiras de trechos da bíblia levam a conclusões extremamente precipitadas, como a do We can Know, dizendo que a volta de Cristo e o fim do mundo ocorrerá dia 21/05/2010.

Todo criacionista questiona as idéias do Darwin utilizando as idéias de Michael Behe sobre complexidade irredutível, explicações sobre a origem da vida, sobre a genética e o funcionamento das primeiras células sobre planos corporais. Tudo é explicado pela biologia.Mas se esquecem de um argumento falho que e nenhum criacionista jamais explicou; se existe um projetista universal é necessário que alguém o tenha criado. Quem?

Conclusão

Devemos ter a consciência de que não podemos levar tudo ao extremismo, nem mesmo o ateísmo. Atribuir tudo que ocorre no nosso cotidiano a um teste ou uma prova de existência de um ser divino trás conseqüências drásticas. Basta olhar para o fundamentalismo religioso na Palestina e a faixa de Gaza. Pense, é isso que eu quero reproduzir em meu país?

A imagem foi retirada de um site criacionista. Este é o argumento da negação (de gêneses), note que o desenho representa um criador criando uma forma de vida a partir do barro, uma analogia a gêneses. Há dois problemas facilmente identificáveis neste desenho. 1) A criatura tem uma origem, quem criou foi um projetista inteligente, mas quem criou o projetista? 2) Note que o barro já possui vida desde a primeira cena, de onde essa vida surgiu? A partir de um pedaço de barro com vida nós fomos apenas modelados? Como a vida surgiu? Note que o projetista parte do ponto de vista em que a vida já existia e ele também .

Lembre-se que seu país é uma mistura de diferentes povos com diferentes costumes, crenças e se nos tornarmos fanáticos, viveremos como na faixa de gaza, intolerantes. Deve existir tolerância e consideração pela opção que o outro membro da sociedade tem. Não custa nada deixar de acreditar um pouco em divindades e questionar o que você acredita, as razões que suportam a sua verdade, ou a verdade que lhes é dita.

A idéia deste texto não é propor que as pessoas que sejam ou se torne ateías após terminarem de ler estes 5 artigos, dane-se o ateísmo e os ateus.

A idéia é que deixem de aceitar certas verdades e parem para refletir se aquilo faz sentido. Se você esta pensando por si só ou esta recebendo informação enlatada, comportamentalista, positivista que te aliena.

Questione, pense, conheça os dois lados da moeda, busque evidencias na ciência, na filosofia e em todos os lugares possíveis, tire você suas conclusões. Se lhe parece absurdo acreditar que o homem tem um ancestral comum com os outros primatas pense se faz sentido um pedaço de barro ganhar vida após um sopro, ou se faz sentido a mulher surgir de uma costela de um homem. Se você tem coragem para questionar tanto a ciência como a religião, parabéns, você é um cara consciente e busca realmente conhecimento. Se você questiona a ciência e aceita as verdades da bíblia, você é alienado, e se perpetua isso, negando e menosprezando o resto, você não tem humildade.

O temor do Senhor é a instrução da sabedoria; e adiante da honra vai a humildade.
Provérbios 15:33

com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,
Efésios 4:2

Scritto da Rossetti

Para saber mais:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s