FÓSSIL ENCONTRADO NO BRASIL REVELA 100 MILHÕES DE ANOS DE ESTAGNAÇÃO EVOLUTIVA. (comentado)

Ancestral de inseto que hoje habita regiões da Ásia e África foi descoberto em área de calcário no Nordeste

Pesquisadores descobriram um ancestral de 100 milhões de anos de um grupo de insetos carnívoros, semelhantes a grilos, que vivem hoje no sul da Ásia, na região da Indochina e no Norte da África. A nova descoberta, feita em uma região com ocorrência de fósseis de calcário no Nordeste do Brasil, corrige a classificação errada de um outro fóssil deste tipo e revela que o gênero sofreu pouca mudança evolucionária desde o Período Cretáceo, época dos dinossauros, pouco antes da dissolução do supercontinente Gondwana.

Um quase um grilo

Embora o fóssil seja diferente dos grilos de hoje em dia, a maior parte de suas características permanece igual, o que revela que o gênero pode ter passado por um período de estagnação evolutiva de cerca de 100 milhões de anos.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,fossil-encontrado-no-brasil-revela-100-milhoes-de-anos-de-estagnacao-evolutiva,674937,0.htm

.

Resenha do autor

Alguns animais conservam características de seus ancestrais primitivos, como algumas aranhas na Ásia também da família Liphistiidae, que mantém as marcas do abdomem segmentado semelhante aos primeiros aracnídeos do Devoniano. Em plantas isto também acontece, a Ginko biloba que conhecemos hoje é anatomicamente idêntica a encontrada em registros fósseis de milhões de anos.

Anatomicamente?

Sim, pois é provável que o seu genoma tenha mudado ao longo de milhões de anos, mas não modificou a estrutura anatômica da planta. É possível encontrar genes extremamente recentes em organismo cujas características sejam primitivas. Não me espanta encontrar essa espécie de grilo primitivo vivo até hoje com pequenas mudanças anatômicas.

Scritto da Rossetti
Palavras chave:evolução, fóssil, genes, devoniano

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s