NOVO ESTUDO DIZ QUE EXOPLANETA TEM CONDIÇÕES DE SER HABITADO. (comentado)

CO2 na atmosfera deixaria o clima de Gliese 581d parecido com o da Terra. Planeta foi descoberto em 2007, e um vizinho também seria habitável. 

Um dos planetas que gira ao redor da estrela-anã Gliese 581 poderia ser “habitável”, com clima propício para a existência de água em estado líquido e vida, segundo um estudo que uma equipe de climatologistas acaba de publicar.

Os astrônomos querem determinar se alguns dos 500 exoplanetas – planetas que ficam fora do Sistema Solar – descobertos são aptos para abrigar a vida.

Sete vezes mais maciço que a Terra e aparentemente rochoso, o Gliese 581d “poderia ser o primeiro planeta potencialmente habitável” descoberto até hoje, diz o artigo publicado pela revista científica “The Astrophysical Journal Letters”.

O vermelho representa as áreas mais quentes, enquanto o azul, as mais frias, no modelo feito pelos cientistas (Foto; AFP, HO, LMD, CNRS)

O planeta recebe três vezes menos energia em comparação com a que a Terra recebe do Sol, e por isso se imaginava que seu clima fosse muito frio. Também é possível que tenha sempre a mesma face voltada para a sua estrela, enquanto a outra permanece em eterna escuridão.

Apesar das desvantagens, o Gliese 581d poderia se beneficiar de um efeito estufa, que lhe dá um clima “quente a ponto de permitir a formação de oceanos, nuvens e chuva”, segundo uma modelização que ilustra “a grande variedade de climas possíveis para os planetas da galáxia”, acrescentou o estudo.

Nesta simulação, a equipe de Robin Wordworth e François Forget, do Laboratório de Meteorologia Dinâmica (LMD) do Instituto Pierre Simon Laplace de Paris, se inspirou nos modelos usados para o estudo do clima terrestre, ampliando a gama de condições possíveis.

Se tiver uma atmosfera densa em dióxido de carbono (CO2), o que é considerado muito provável pelos cientistas, o exoplaneta pode evitar a condensação de sua atmosfera na face noturna e inclusive ter um clima quente.

Após um fenômeno denominado “difusão Rayleigh”, que dá a tonalidade azul ao nosso céu, a atmosfera terrestre reflete para o espaço uma fração importante do resplendor azul, limitando o aquecimento do nosso planeta. Um efeito que é pouco sensível com o vermelho, segundo os cientistas, cujos trabalhos foram publicados na revista científica “The Astrophysical Journal Letters”.

O Gliese 581d poderia estar numa penumbra avermelhada, com uma atmosfera densa e uma espessa camada nebulosa. Para o ser humano, as condições do local seriam tóxicas.

 A estrela

O planeta é o terceiro na órbita ao redor da anã-vermelha Gliese 581, que é relativamente pouco quente. Sua existência foi descoberta em 2007, e desde então os cientistas vêm debatendo sobre se ele é ou não habitável.

Em 2010, um estudo norte-americano afirmou que o planeta Gliese 581g também teria potencial para abrigar vida. No entanto, ainda não foi possível confirmar a existência desse exoplaneta.

Fonte: G1
http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2011/05/novo-estudo-diz-que-exoplaneta-tem-condicoes-de-ser-habitado.html

 .

Resenha do autor

O que os astrobiologos procuram em um planeta potencialmente capaz de conter vida e a presença da água, principalmente os estados em que ela se encontra pois ela é o elemento fundamental na manutenção da vida, principalmente no nível microbiológico.

A questão da temperatura e os gases que compõem a atmosfera também são fundamentais embora seja fruto da posição media que o planeta esta em relação a estrela que orbita. Venus por exemplo, teria potencial para suportar alguma forma de vida se não fosse tão próximo ao Sol, Marte por sua vez é distante embora tenha-se quase certeza da presença de vida naquele planeta que durante um bilhão de anos teve características climatológicas bastante semelhantes a da Terra no momento da origem da vida. De fato, há compostos químicos e vestígios que sustentam a vida no nível micro no planeta Marte.

Scritto da Rossetti

Palavras chave: Rossetti, Netnature, Exoplanetas, Marte, Vida, Água

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s