O CRIACIONISMO X EVOLUCIONISMO: É UM TRUQUE.

A educação científica não deve ser sobre a substituição de um conjunto de crenças do outro.

Sem títuloDe onde é que viemos? Por que estou aqui? Qual é o seu objetivo na vida?
Estas são perguntas importantes. Eles são tão importantes que as pessoas têm feito essas perguntas para milhares de anos e revisitando-las ao longo de suas vidas. A evolução afirma ter algumas respostas. Os criacionistas afirmam ter outras respostas. E muitas pessoas com diferentes experiências e tradições culturais afirmam ter ainda outras respostas.

Então, no que você deve acreditar?

Se estamos falando de ciência, então você não deve acreditar em qualquer um deles.

A discussão entre o que eu vou chamar os evolucionistas e criacionistas é um truque. Um truque ligeiro com a mão.

A evolução é uma ciência porque sua base esta no desenvolvimento de perguntas e procurando respostas. Ciência com um grande “C”, é o que a maioria dos cientistas querem dizer quando dizem essa palavra, é a ciência que podemos compartilhar. Este é o tipo de coisa que vive em departamentos de ciência nas universidades. As evidências que as pessoas usam para apoiar a evolução é a ciência que podemos compartilhar: eu posso encontrar um fóssil e compartilhá-lo com você. Eu posso encontrar um gene quebrado da vitamina C no genoma humano e você pode ver que ele está lá. Juntos, podemos fazer perguntas sobre por que e procurar respostas. Por que um designer inteligente colocaria um gene de vitamina C quebrado nas pessoas? Será que designer inteligente odeia nós, meros navegantes?

Bem, talvez ele não está quebrado. A ciência que não podemos compartilhar muitas vezes não chega a ser chamada de ciência. Introspecção, conhecer a si mesmo, saber que você está propenso a raiva depois de muitas cervejas, ou que você pode aprender uma nova habilidade ao por sua mente sobre esta nova perspectiva, estas são coisas que você aprende sobre a experiência. Eles são, provavelmente, as coisas mais importantes que voce pode aprender. Você muitas vezes testa hipóteses sobre si mesmo e seu mundo. Você é alérgico ao leite? Você seria mais feliz se você foi para a cama mais cedo. Onde é que tudo isso vai dar? O que você aprende aqui se baseia na fundação dos mesmos métodos que os cientistas usam no laboratório.

Observe. Pergunte. Atualize-se. Repita.

Ainda assim, o que eu não posso compartilhar é uma ciência pessoal no melhor e no pior dos casos delirante. Mas mesmo a ciência com “C” pode ser delirante ou seriamente contestada, então não vamos ficar mal-humorados.

A frenologia, a teoria das cordas, as mamografias para mulheres jovens, este é o começo de uma longa lista que ainda está em construção, dos quais você pode encontrar mais aqui.
Criacionismo e outras tradições religiosas não são parte da ciência. A maioria deles não é ciência, porque muitas vezes não fazem perguntas, não se baseiam na observação de responder às perguntas, e eles tendem a não atualizar suas crenças ou “teorias” baseadas em novas provas.

Os budistas, por vezes, fazer perguntas e olhar para dentro para encontrar respostas. Einstein afirmou que o budismo foi o candidato mais provável para uma ciência religiosa. Mas para Einstein as religiões talvez não soubessem muito sobre como podem ser igualmente competitivas. A Oração Quaker envolve escuta. Muitas tradições procurar sinais e evidências do mundo. A dificuldade de compartilhar estas observações e expondo-as a investigação coletiva faz com que esses sinais suspeitos aos olhos coletivos da Science. Mas isso não os torna menos poderoso. O significado da vida não deve ser objeto de reclamações sobre o tamanho da amostra.

As pessoas vão acreditar em coisas; eles precisam acreditar nas coisas. Mas o criacionismo não é uma alternativa científica à evolução, não a menos que nós queiramos redefinir a ciência como qualquer coisa que você ou eu possamos imaginar. Eu também não tenho certeza se os criacionistas querem ver a sua tradição ao lado do monstro do Spaghetti ou da mitologia nórdica.
E isso não é provável que seja uma boa estratégia para descobrir coisas sobre o mundo. Prefiro ter meus cientistas bons em ciência e meus praticantes espirituais ser bom na pratica da espiritualidade. Ambos podem dar sentido no que queremos dar significado, mas podemos precisar deles de forma diferente em diferentes momentos e talvez devessem olhar de dentro para fora de nós mesmos com sabedoria para saber a diferença.
No entanto, a evolução não é algo que as pessoas devem acreditar apenas e sem dúvidas. Como todas as teorias expostas ao escrutínio científico, a evolução é um trabalho em andamento. É algo que apenas perguntas e investigações revelarão plenamente. Você deve quer saber, veja as provas. Você deve perguntar-se quais as evidências e quais são as alternativas. Epigenética e evolubilidade são conceitos que surgiram porque os cientistas continuaram a fazer perguntas e não ficaram somente com as histórias de uma versão da resposta.
A educação científica deve ser a cerca de fazer perguntas. Também deve ser a cerca de saber as provas sobre as quais questões são baseadas frequentemente. Mas não devem ser sobre a substituição de um conjunto de crenças com o outro. Se você quer acreditar, então acredite. Se você quer fazer ciência, então não tenha medo de perguntar e se perguntar.
Fonte: Psychology Today

6 thoughts on “O CRIACIONISMO X EVOLUCIONISMO: É UM TRUQUE.

  1. eu nao entendo porque os criacionistas ficam de mimimi, o tempo todo e fazem um metodo cientifico as avessas, procurando “evidencias” para a conclusao, quando a ciencia faz justamente o oposto(pega os dados(evidencias e com base nelas monta a conclusao) eles tratam a evoluçao como “teoria em crise”(um dos truques do wedge é fazer essa “(pseudo)controversia” de “Criacionismo X evolucionismo” coisa que já nao existe no meio academico faz muito tempo), o que nao faz nenhum sentido.
    O que eles tem contra a evoluçao? O cristianiasmo nao prega a humildade?
    o que é mais humilde do que aceitar nosso lugar na arvore da vida sem ficar com “mimimimi deus me criou mimimi”? esses dias estava eu passando pela rua quando uma menina(devia de ter seus 16 anos(eu apesar de ter 21, nao mudei muito desde meus 14-15 anos por alguma razao, só fiquei mais alto) ela deveria por este fato ter me confundido com alguem de sua idade e me perguntou do nada: “qual é o ser mais proximo do homem?”(provavelmente ela estava se refrindo a Jesus sabe como é crente né?) eu respondi ” é o chimpanzé ou Pan troglodytes ela teve um ataque de furia e nao me deixou nem contra-argumentar, ficou falando “eu nao vim do macaco deus me criou, vc acha que veio do macaco entao acredite nisso, porque vc pode ter vindo do macaco, mas deus me criou e vc vai ter que prestar contas com ele no juizo final”, entao eu repliquei “defina macaco, pois macaco pode significar muita coisa, se com macaco vc quer dizer chimpan….” ela tentou me cortar com um estilete e tentou me bater com a biblia(serio ela fez isto mesmo) dizendo que “satanas tina possuido meu corpo”. ainda bem que eu fui rapido e dei uma rasteira na crente louca.
    Tipo pra que isso? esses religiosos nao sabem nem oque é evoluçao e ja querem criticar e nao querem nem saber do que a TE fala de fato, ficam fazendo, por ignorancia espantalhos o tempo todo, e foda-se quem contesta-los.
    aff, ah a cada vez que um analfabeto cientifico fica fazendo ignorancia voluntaria, Carl Sagan se revira em sua tumba.
    Vc sabe porque tanto mimimi dos religiosos fanaticos(criacionistas)? Teriam eles medo de aceitara evoluçao e tornar-se ateus?

    • PS: eu sei que evoluçao nao tem nada haver com ateismo,quem diz isto é desonesto ou ignorante, mas é assim que os criacionistas pensam né?

    • Chama-se desonestidade intelectual. Conclusão pré-concebida e adequam o mundo a ela. No fundo é um pobre coitado que faz uso de um platonismo vulgarizado, for dumbs!!😉

      • é foda, oque a fé cega somada a desonestidade intelectual faz com as pessoas, vc ve a menina tentando me agredir com a biblia, chega a ser risivel.
        Bom artigo Como sempre !

  2. Acredito que o texto é do próprio Rossetti, assim os comentários são para o autor.
    A peleja idiota entre criacionistas e evolucionistas não é um truque, é um imbecilidade inútil e supérflua, senão vejamos a própria história.
    Os grandes eventos humanos desde o Homo-Sapiens, foi o evento “adâmico da religião ou agrícola da ciência”, figuras apenas da atual espécie humana, que chamo de “adâmica”. Duas espécies com o mesmo organismo? DARWIN DEVE ESTAR VIRANDO DE BRUÇO NO SEU TÚMULO! Mas é a realidade. O outro grande evento foi de fato o surgimento das “religiões oficiais”, que introduziu no mundo, A ESCRITA, sem a qual sequer a ciência teria emergido até hoje. o terceiro, é presunção minha, É O CAPITALISMO, do qual emergiu a ciência como a conhecemos hoje. Não são cientistas que de fato fazem a ciência, MAS SÃO OS CAPITALISTAS QUE OS PAGAM PARA FAZER O QUE FAZEM! Simples como é.
    O homem “adâmico” à medida que evolui com sua inteligência (é o que de fato o distingue das demais espécies), começou as perguntas que começam o texto, e que foi objeto dos “religiosos desde a Bíblia e outras religiões”, e é hoje as mesmas que se fazem os cientistas, E SEM RESPOSTA CLARA OU PELO CONSENSUAL. Aliás, sequer conseguimos responder o que seja a Vida, e por extensão, OS PRÓPRIOS SERES-VIVOS, exceto por algumas considerações que podem ser transformadas em crenças deste ou daquele.
    E no final do século XIX, talvez por influência de Darwin, surgiu a corrente filosófica da Vida ser um mero acaso, contra a corrente mais antiga e religiosa da Vida ser uma dádiva de um Deus Infinito. Ambas sequer respondem a qualquer uma das perguntas feitas no próprio texto, MAS SE TORNARAM “PARTIDOS DE TORCIDAS ORGANIZADAS” que se degladiam em discussões inúteis e supérfluas de sexo de anjos.
    A Vida na Terra é um acaso da natureza, ou um “milagre” de Deus Infinito. Nenhuma das duas correntes respondem pergunta alguma como as do texto. E aí se dividiu o Mundo em duas correntes: A DOS CIENTISTAS QUE PREGAM QUE TUDO É UM MERO ACASO DA NATUREZA, OU DE QUE MUNDO É UM OBRA PESSOAL DE UM DEUS INFINITO, e sequer consegue mostra “com que finalidade”?
    Noa entanto, a humanidade acumulou ao longo da histórica três acervos de conhecimentos, ONDE DEVERÍAMOS PROCURAR NOSSAS RESPOSTAS: AS ARTES (desde nossos ancestrais pré-adâmicos), A RELIGIÃO a partir de aproximadamente 4 mil anos atras, e a CIÊNCIA com mero meio milênio de existência. A resposta deveremos achar nesses acervos de conhecimentos em conjunto, CADA UMA É APENAS UMA FACE DA QUESTÃO. A discussão é essa inutilidade de colocar em campos antagônicos, CONHECIMENTOS QUE SÃO DE FATO CONVERGENTES E SINÉRGICOS, feitos pelo homem ao longo da história. Daí a discussão inútil e supérflua entre criacionistas (considerados religiosos) e evolucionistas (considerados científicos), Colocadas em cada um dos seus respectivos paradigmas, NOSSOS CONHECIMENTOS ESTÃO EM TODOS ELES QUANDO CONSIDERADOS EM CONJUNTO.
    Criacionista ou evolucionista “fanático”, é a mesma coisa que duas torcidas organizadas num jogo qualquer de futebol, HÁ GUERRAS TÃO INÚTEIS COMO IDIOTAS E IMBECIS.
    arioba

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s