O GELO GLOBAL DO MAR ATINGIU UM RECORDE DE BAIXA – DEVEMOS FICAR PREOCUPADOS?

É uma sensação de internet. Um gráfico alarmante mostrando a área global de gelo do mar caindo sem precedentes nesta época do ano se tornou um viral.

O gelo marinho do Ártico (branco) atinge um mínimo em setembro Estúdio de Visualização Científica da NASA

O gelo marinho do Ártico (branco) atingiu um mínimo em setembro. Estúdio de Visualização Científica da NASA

O gráfico acrescenta a área de gelo marinho no Ártico e na Antártica para mostrar o total global.

Wipneus

Wipneus

Ele foi compilado por um contribuinte, um bloco de gelo do Ártico chamado Wipneus, que ao invés de ser uma fonte oficial, é mais preciso. A última versão pode ser encontrada aqui. Um cientista sugeriu que a tendência era devido a um erro no sensor, mas este não é o caso. Então, devemos estar preocupados?

Aqui está o que você precisa saber.

.

Este é um evento meteorológico, não um evento climático.

O que está acontecendo no Ártico seria impossível sem um século de aquecimento global causando um declínio de longo-prazo nos níveis de gelo marinho – mas na verdade é um evento climático de curto prazo.

Nesta época do ano, o gelo do mar deve estar crescendo rapidamente quando o inverno se instala. Mas o ar frio que geralmente se senta sobre o pólo tem fluído para o sul sobre a Sibéria, enquanto o ar mais quente tem fluído para o norte. Isso resultou em temperaturas surpreendente 20°C mais quentes do que o habitual, de modo que o gelo do mar está derretendo quando deveria estar sendo formado.

Aqui está o que a anomalia de temperatura parece plotada via Zack Labe da Universidade de Cornell:

sem-titulo

.

Na verdade, são dois eventos climáticos.

No outro lado do planeta, o gelo marinho em torno da Antártida está caindo durante o verão do sul. O gelo do mar atingiu sua máxima extensão de inverno inusitadamente no início deste ano e tem caído rapidamente, para um novo recorde de baixa para esta época do ano (ver gráfico abaixo).

sem-titulo

Assim, os níveis de gelo do mar em ambos os pólos são muito mais baixos do que a média sazonal.

Os níveis de gelo do mar no Antártico têm aumentado ligeiramente ao longo das últimas três décadas, pelo que esta baixa é incomum. O aumento pode ser devido a uma combinação de ventos mais fortes espalhando o gelo do mar e água doce do derretimento do gelo na terra e a diluição da água do mar para que ele congele a temperaturas mais altas.

.

O aquecimento global pode estar tornando os eventos climáticos mais prováveis e abertos no Ártico.

Todos os eventos climáticos são influenciados pela mudança climática, uma vez que agora acontecem em um mundo 1°C mais quente do que um século atrás.

evidências crescentes de que o clima louco que estamos vendo no Ártico e regiões circunvizinhas seja um feito causado muito mais provavelmente  pelas mudanças climáticas. Normalmente, o ar frio é mantido trancado no Ártico por um vórtice giratório de ar limitado por ventos fortes na atmosfera chamados de jet stream.

Agora, mais e mais freqüentemente, o fluxo deste jato de ar parece enfraquecer e permitir que o ar frio do Ártico flua para o sul, com o ar quente fluindo para o norte para substituí-lo. Este comportamento estranho de fluxo poderia ser a causa de muitos dos eventos enlouquecedores do frio nos últimos anos, bem como eventos atuais.

.

Sim, devemos ficar preocupados

O que está acontecendo agora é alarmante, mas não é a loucura a curto-prazo que deveríamos nos preocupar. A razão para estar alarmado é que este tipo de evento só pode acontecer porque o planeta esta muito mais quente do que nos tempos pré-industriais.

O gelo marinho no Ártico pode cair para um recorde muito baixo no próximo ano, mas é provável que, em seguida, “recupere-se” brevemente por alguns anos antes de cair a novos mínimos recordes. Como nós sabemos? Porque há efeitos de feedback negativo e positivo no trabalho.

Por exemplo, a água aberta exposta pela perda de gelo do mar absorve mais do calor do sol durante o verão, mas também perde muito mais calor no outono.

O que acontecerá com o gelo marinho na Antártida nos próximos anos é menos claro. Nós não temos uma boa compreensão do que está acontecendo lá, em grande parte porque não temos bons dados. Não temos ideia de quão espesso o gelo do mar é em torno da Antártida, por exemplo.

No longo prazo, contudo, espera-se que o gelo marinho na Antártida também decline.

A perda de gelo do mar não aumenta diretamente o nível do mar global, mas já está nos afetando por seus efeitos no clima. Como o planeta continua a aquecer, vamos ver ainda mais desarranjos climáticas com o tempo.

Fonte: New Scientist

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s