O DIÓXIDO DE CARBONO ESTÁ AUMENTANDO EM TAXAS RECORDES. (Comentado)

O principal motor da mudança climática é o dióxido de carbono. Portanto, o fato de que ele está subindo a taxas não vistas no registro instrumental – e provavelmente muito mais do que isso – é motivo de alarme.

Mas aqui estamos nós.

O crescimento anual de dióxido de carbono tem aumentado de forma constante desde o início da manutenção de registros.

Pelo segundo ano consecutivo, as concentrações de dióxido de carbono, medido no Observatório Mauna Loa, subiram em um pico recorde, de acordo com novos dados divulgados pelo Laboratório de Pesquisa do Sistema Ambiental (ESRL). O crescimento anual de 3 partes por milhão em 2016 é a menor sombra abaixo do salto em 2015 de 3,03 ppm. Ambos os anos marcam a primeira vez que o dióxido de carbono aumentou mais de 3 ppm em um único ano nos 59 anos de monitoramento da ESRL.

Um El Niño excepcionalmente forte ajudou um pouco a chutar para cima os números, mas a crescente poluição por carbono é o principal motor por trás da subida. A taxa de crescimento anual aumentou desde que a manutenção de registros começou em 1960 de pouco menos de 1 ppm na década de 1960 para mais de 2,4 ppm na primeira metade dos anos de 2010. Os últimos dois anos estabeleceram um registro para a taxa de crescimento anual a mais rápida no registro.

Esses incrementos aparentemente aumentam as principais mudanças que estão ocorrendo. A atmosfera não experimentou nada como isso em um longo, longo tempo.

“A taxa de crescimento de dióxido de carbono na última década é de 100 a 200 vezes mais rápida do que a que a Terra experimentou durante a transição da última Idade do Gelo”, disse Pieter Tans, cientista atmosférico da ESRL. “Este é um choque real para a atmosfera”.

Antes da Revolução Industrial, o dióxido de carbono era de aproximadamente 280 ppm. Desde então, as atividades humanas têm comprometido uma enorme quantidade de poluição de carbono para a atmosfera. Ele levou os níveis de dióxido de carbono para níveis recordes ano após ano.

O dióxido de carbono deve passar 410 ppm em algum ponto nesta primavera, o primeiro na história humana.

O ano passado foi um marco, com níveis passando a marca de 400 ppm permanentemente . Este ano, os cientistas esperam que o dióxido de carbono atinja rapidamente 410 ppm nesta primavera, antes que o ciclo sazonal do crescimento das plantas do norte o recupere um pouco, continuando a subir.

A rápida ascensão de dióxido de carbono e outros gases de efeito estufa na atmosfera causou o aquecimento do planeta a cerca de 1,8 ° F desde o início da Revolução Industrial. O mundo tem tido recorde-de-recorde-de-recorde dos anos mais quentes em registro desde 2014. O calor correspondente também causou de geleiras, subida dos níveis de mares e alterando padrões de circulação atmosférica ao redor do globo.

O anúncio de dois anos seguidos de aumento de dióxido de carbono mais rápido da história vem um dia depois de Scott Pruitt, o novo chefe da Agência de Proteção Ambiental, disse que não acha que o dióxido de carbono é o principal motor da mudança climática, uma afirmação falsa. Décadas de pesquisa mostraram que a poluição de carbono humano é o maior motor das mudanças climáticas, e seu impacto sobre o clima estão se tornando mais difícil de negar todos os dias .

Fonte: Climate Central

.

Comentários internos

De fato, é uma afirmação falsa que Scott Pruitt faz! O fato é que há uma unanimidade entre os climatologistas e especialistas em clima a respeito das mudanças climáticas causadas pelo aumento da temperatura média do planeta causada pelo homem. Alguns negacionistas dizem que nem todos os cientistas concordam com a afirmação, mas a unanimidade não é alcançada com a adesão de 100% dos pesquisadores, mas pelas evidências que são coletadas, e no caso doa aquecimento global. Nem todos os cientistas aceitam a teoria da evolução, na maioria das vezes por motivos religiosos, mas isto não torna a evolução darwiniana uma hipótese a ser testada ou uma teoria refutada.

De acordo com uma pesquisa de janeiro da George Mason University divulgado, mais de 95% dos meteorologistas aceitam que a mudança climática está acontecendo e mais de 80% deles estimam que as atividades humanas são, pelo menos, meio-responsáveis (mais de dois terços “na maior parte” responsável).

Infelizmente, as pessoas ainda acreditam que somente o CO2 é responsável pelas mudanças climáticas – embora, já se saiba que o clima da Terra é mais sensível a este gás do que se imaginava previamente. Há um conjunto de fatores associados que levam ao aumento da temperatura média do planeta. A liberação de CO2 na atmosfera é causada principalmente pela queima de combustíveis fósseis, a partir de carros, indústrias e queimadas florestais.

Infelizmente as pessoas pensam somente no fator- CO2 e argumentam que ele sozinho não faz nada. Entretanto, considere que: 1) em queimadas florestais o carbono concentrado na biomassa das árvores é liberado na atmosfera – e não só isto, a área devastada fica a exposição do sol, acumulando e concentrando calor. Então, não é somente o fato-CO2 que ergue a temperatura, mas o solo exposto sem a cobertura vegetal que fazia seu papel ecológico – além de efeitos secundários como a extinção de espécies selvagens (veja mais aqui) e o surgimento de pragas urbanas; 2) o mesmo ocorre com indústrias e a crescente urbanização onde as florestas são perdidas em queimadas. Elas dão lugar a uma selva de concreto com cimento e asfalto levando a ondas de calor, elevando a temperatura média de cidades regionalmente e alterando a frequência e intensidades de chuvas e de fenômenos como os ciclones.

Algumas pessoas geralmente argumentam que a substituição de florestas por cidades causaria somente mudanças climáticas regionais e não globais. Bem, talvez seja verdade, mas considere, por exemplo, que a Europa é um bloco urbanizado enorme que cobre grande parte da superfície terrestre no hemisfério norte. E claro, os EUA, degradaram todas suas áreas verdes em função de um modelo de economia americana insustentável. A melhor forma de visualizar as cidades europeias e com uma foto noturna, e teremos uma dimensão do número de cidades que ocuparam o lugar de florestas (veja aqui os países mais poluídos do mundo).

A NASA tirou fotos do planeta durante o período noturno em diversos países e compilou em um único mapa onde é possível observar as cidades e os grandes centros urbanos do planeta. Observe especialmente a Ásia, Europa e os EUA.

Somando-se a poluição de cidade causada pelo uso de carros, indústrias e problemas de poluição hídrica, marinha, atmosférica, sonora e visual que podem estar ligadas ao aquecimento global direta ou indiretamente em alguns casos, há motivos de sobra para contrair a eliminação de CO2 na atmosfera, por razões climatológicas e por questão de saúde pública.

Victor Rossetti

Palavras chave: NetNature, Rossetti, Mudanças Climáticas, Poluição, Record, Climatologia, Aquecimento Global.

.

Saiba mais em:

O QUE VOCE PRECISA SABER ANTES DE ARRISCAR SE TORNAR UM NEGACIONISTA DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS.

AQUELES QUE DUVIDAM DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS REALMENTE NÃO VÃO GOSTAR DESTE ESTUDO.

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O PREJUÍZO IRREPARÁVEL DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS

ACHA QUE O AQUECIMENTO GLOBAL UMA FRAUDE? ESSES CIENTISTAS QUEREM MUDAR SUA IDEIA.

ESTE NOVO ESTUDO DA ANTÁRTICA É UMA MÁ NOTÍCIA PARA CÉTICOS DAS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS.

11 MANEIRAS DE VER COMO AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS ESTÃO EXPONDO O ÁRTICO.

UMA TRINCA EM UMA PLATAFORMA DE GELO NA ANTÁRTIDA CRESCEU 17 MILHAS NOS ÚLTIMOS DOIS MESES.

5 TRILHÕES DE TONELADAS DE GELO PERDIDAS DESDE 2002.

POR QUE 4,5 BILHÕES DE ANOS DE TEMPERATURAS GLOBAIS FLUTUANTES NÃO PODEM EXPLICAR A MUDANÇA CLIMÁTICA ATUAL.

COMO 2016 TORNOU-SE O RECORD DE ANO MAIS QUENTE DA TERRA. (Comentado)

OCEANOS ESTÃO ABSORVENDO QUASE TODA DO EXCESSO DE CALOR DO GLOBO.

O GELO GLOBAL DO MAR ATINGIU UM RECORDE DE BAIXA – DEVEMOS FICAR PREOCUPADOS?

CIRCULAÇÃO OCEÂNICA EM ÁGUAS PROFUNDAS, A BIODIVERSIDADE MARINHA E MUDANÇAS CLIMÁTICAS. (Comentado)

NA FALTA DE FITOPLÂNCTON, FALTA O OXIGÊNIO: O DESASTRE DO AQUECIMENTO GLOBAL PODE SUFOCAR A VIDA NO PLANETA TERRA. (Comentado)

CÓLERA – COMO A DOENÇA PEGA CARONA NO EL NIÑO E ALCANÇA NOVAS PRAIAS (Comentado)

NOVOS DADOS REVELAM UMA ACELERAÇÃO NOTÁVEL NA ASCENSÃO DO NÍVEL DO MAR. (Comentado)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s