OS NEANDERTAIS USARAM SÍLEX E PIRITA PARA ACENDER FOGUEIRAS.

Experimentos com réplica de uso de pedras produziam marcas que combinavam com as ferramentas de Neandertais.

Evidências mostram que os Neandertais eram capazes de lançar faíscas deliberadamente usando pederneiras. Xavier Rossi/Gamma-Rapho via Getty Images.

Novas pesquisas mostram que os Neandertais foram capazes de iniciar fogueiras usando ferramentas de pedra. As descobertas, publicadas na revista Scientific Reports, apresentam a primeira evidência factual para a produção sistemática de fogo pelos nossos parentes próximos extintos.

Ampla evidência do Paleolítico Médio, que abrange de 300 a 50 mil anos atrás, mostrou que os Neandertais usavam regularmente fogo. No entanto, não ficou claro se eles coletaram o fogo natural ou o produziram por conta própria.

O método familiar de produção de fogo para produzir fagulhas sobre o pavio, atacando o sílex, originou-se na Idade do Ferro. Antes disso, uma ampla evidência sugere que os humanos usaram um mineral contendo ferro chamado pirita para atritar a pedra. De fato, ferramentas de pederneira que provavelmente tinham sido usadas para esse propósito foram encontradas em numerosos sítios arqueológicos de Homo sapiens em toda a Eurásia.

No entanto, nenhuma ferramenta de fabricação de fogo dedicada foi encontrada em locais de Neandertal. Todas as ferramentas de pedra que foram descobertas parecem ter sido usadas para outras coisas, como abate de animais.

Contudo, havia indícios de que os Neandertais tinham interesse em fazer fogo. Por exemplo, existe evidência de os últimos Neandertais recolhiam dióxido de manganês (MnO2), um mineral que, quando esmagado num pó pode baixar a temperatura de combustão do pavio lenhoso, tornando-o mais fácil de acender.

No novo estudo, o arqueólogo Andrew Sorensen, da Universidade de Leiden, na Holanda, e seus colegas examinaram algumas ferramentas de pederneira encontradas em vários locais de Neandertal em toda a França. Usando uma técnica chamada análise de microwear (micro-desgaste), eles identificaram estriações macroscópicas e microscópicas que sugerem que as ferramentas de sílex foram repetidamente atingidas por um mineral duro.

Os pesquisadores então conduziram um experimento para ver se podiam produzir marcas semelhantes nas ferramentas de sílex de réplica, usando-as em várias tarefas diferentes, incluindo a fabricação de fogo por meio de fragmentos de pirita. Eles descobriram que não só era possível produzir faíscas, atingindo a réplica de sílex com pirita, mas as marcas produzidas por este processo eram as que mais se aproximavam das marcas encontradas nas ferramentas de pedra do Neandertal.

Juntos, esses achados representam fortes evidências de que os Neandertais utilizavam sistematicamente ferramentas para fazer fogo. Isso, por sua vez, tem implicações interessantes para a compreensão da cognição Neandertal.

Fonte: Cosmo Magazine

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s