OS GENES QUE ORQUESTRAM O DESENVOLVIMENTO DE MEMBROS E DEDOS.

Pela primeira vez foi possível identificar a seqüência exata de ativação de uma série de genes “arquitetônicos” que controlam nos mínimos detalhes do correto desenvolvimento fetal dos membros e dedos.

A imagem sobreposta na fotografia do escultor chileno Mario Irrarazabal Mão do Deserto, no Deserto de Atacama, o visor do código de cor de genes Hox que orquestram desenvolvimento de vários dedos.

A sequência exata de ativação de genes durante o desenvolvimento fetal controlar a formação adequada dos membros e dedos foi identificado por uma equipe de pesquisadores da Ecole Polytechnique Federale de Lausanne (EPFL) e da Universidade de Genebra, que relatam em “BMC Biology.

As células que se formam durante a divisão do oócito fertilizado são todas iguais e totipotentes, ou seja, são células-tronco capazes de dar origem a qualquer tipo de organismo celular. À medida que o embrião se desenvolve, essas células perdem essa capacidade e se tornam cada vez mais especializadas.

Para garantir que o organismo seja formado corretamente, todas as etapas dessa diferenciação, controladas por diferentes níveis de expressão gênica e processos de comunicação entre as células, devem ocorrer de forma coordenada e em uma seqüência exata. Qualquer erro nesta varredura espaço-temporal pode levar a deformidades congênitas, incapacidades e até a morte do feto.

Já se sabia que esta coordenação foi controlada por um grupo de genes “arquiteto” chamados genes Hox, alguns dos quais tinham sido esclarecidos o papel específico na formação, por exemplo, dos grandes “segmentos” do corpo dos vertebrados (tais como cabeça, tórax, abdome) e outras estruturas, como a coluna vertebral. Para muitas outras partes do corpo, no entanto, o conhecimento era muito menos detalhado.

Trabalhando em embriões de ratinho, J. Pierre Fabre e colegas agora analisaram pela primeira vez os perfis dos milhares de genes de expressão em células embrionárias individuais em diferentes fases de diferenciação, identificando 243 genes que estão envolvidos no desenvolvimento das pernas e os seus dedos. Então eles conseguiram isolar cinco genes Hox (Hoxd9, 10, 11, 12 e 13) cuja ativação ou controle são sequencialmente simultâneos, de acordo com um código específico e a ativação correta de outros genes.

“O estudo mostra que os genes arquiteto atuam em conjunto, seguindo uma progressão gradual em cada célula em desenvolvimento para gerar braços e mãos totalmente maduros no momento certo e no lugar certo”, diz Pierre Fabre.

Fonte: Le Scienze

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s