Filed under Geologia e Paleontologia

OS ANIMAIS MAIS ANTIGOS DA TERRA FORMARAM COMUNIDADES ECOLÓGICAS COMPLEXAS.

Uma nova análise está lançando luz sobre os primeiros animais macroscópicos da Terra: a enigmática biota Ediacarana de 570 milhões de anos. Fósseis Ediacaranos têm uma aparência um tanto bizarra, não compartilhada por nenhum grupo animal moderno. Durante décadas, os pesquisadores acreditavam que esses fósseis enigmáticos eram ecologicamente simples. No entanto, emprestando um método da ecologia moderna – … Continue lendo

INFLUÊNCIA CLIMÁTICA SOBRE ERUPÇÕES VULCÂNICAS.

A mudança climática no nível superfície da Terra faz com que a pressão mude profundamente, alterando a produção de magma. Isto é evidenciado pelo aumento acentuado das erupções ocorridas na área do Mediterrâneo entre cinco e seis milhões de anos atrás, quando o mar isolado do Atlântico quase secou por evaporação. A atividade vulcânica afeta o … Continue lendo

O VOO TIPO “FAISÃO” DO Archaeopteryx.

Este bizarro animal que vivia no Jurássico estava ativamente voando, mesmo que por distâncias curtas e com um estilo diferente ao dos pássaros atuais. Foi feita uma reconstrução 3D da estrutura de seus ossos, que mostrou-se semelhante à de pássaros como faisões em sua anatomia.  Archeopteryx foi capaz de voar ativamente, então não usou as asas apenas para … Continue lendo

QUANDO OS MAMÍFEROS SE TORNARAM DIURNOS.

Foi somente após a extinção dos dinossauros que os primeiros mamíferos abandonaram o modo de vida noturno, primeiro através de um estágio intermediário de atividades mistas (dia e noite), que durou milhões de anos, então adotaram uma vida totalmente desperta. Mas a transição não aconteceu ao mesmo tempo para todas as ordens e famílias de mamíferos, … Continue lendo

A ESTRUTURA MAIS ANTIGA DO OLHO.

A análise de um fóssil trilobita datado em 530 milhões de anos definiu a estrutura interna do olho de um dos primeiros animais dotados de um aparelho visual real. Este olho composto, muito semelhante ao dos insetos e artrópodes modernos, não foi muito eficiente, mas permitiu identificar predadores e obstáculos. A estrutura interna do olho de … Continue lendo

A COMPLEXIDADE DA FARSA DO HOMEM DE PILTDOWN – SUSPEITOS E CULPADOS.

Piltdown man é uma das fraudes mais famosas da história da ciência. Em 1912, Charles Dawson descobriu o primeiro de dois crânios encontrados na pedreira de Piltdown em Sussex, na Inglaterra. O crânio aparentemente primitivo de um hominídeo ancestral do homem. Piltdown man, ou Eoanthropus dawsoni, foi uma descoberta surpreendente que supostamente representaria o “elo perdido” com características tanto humanas … Continue lendo

A GRANDE EXTINÇÃO QUE FAVORECEU AS RÃS.

A grande extinção do Cretáceo, que extinguiu ¾ de todas as espécies na Terra, favoreceu a explosão evolutiva dos anfíbios. De fato, estes anfíbios aproveitaram os novos nichos ecológicos que foram criados como resultado do evento. A grande extinção no fim do Cretáceo, que ocorreu cerca de 66 milhões de anos atrás, e marcou o fim … Continue lendo

O VULCANISMO QUE ABRIU O CAMINHO PARA DINOSSAUROS

A extinção em massa no final do Triássico, que abriu a era dos dinossauros, foi causada por erupções vulcânicas massivas, que deu lugar a vários episódios, aumentaram o dióxido de carbono na atmosfera e provocaram uma mudança climática abrupta: os novos dados confirmam a análise sedimentos da província magmática Atlântica, que é acumulada nesse período. … Continue lendo

A ORIGEM E EVOLUÇÃO DAS TARTARUGAS – OS PRIMEIROS CASCOS VERDADEIROS.

O grupo mais próximo das tartarugas é o Eunotosaurus, um grupo já extinto, datado do Permiano Médio (no estágio Capitaniano – 263 milhões de anos). Ele é filogeneticamente próximo de Placodus e Cyamodus, grupos biológicos irmãos ao das tartarugas ancestrais, mas que apresentam cascos bastante diferenciados. Eunotosaurus é frequentemente considerado como o grupo que relaciona … Continue lendo

FÓSSIL MAIS ANTIGO CONHECIDO DA BALEIA COM BARBATANAS TEM RELAÇÃO COM DESCOBERTA FEITA NO PERU. (Comentado)

Esqueleto da América do Sul permite que os paleontólogos juntem o quebra-cabeça da evolução das baleias. A descoberta de um fóssil de baleia, que remonta a 36,4 milhões de anos atrás, preencheu um buraco na evolução das baleias, um grupo que inclui as baleias-jubarte (Megaptera novaeangliae) e as baleias azuis (Balaenoptera musculus). A criatura, chamada Mystacodon selenensis, … Continue lendo