Filed under Geologia e Paleontologia

POR QUE A VIDA NA TERRA SE TORNOU GRANDE.

Alguns dos primeiros organismos complexos da Terra – possivelmente alguns dos animais mais antigos que já existiriam – se tornaram grandes para não competir por comida, mas para espalhar seus descendentes o mais longe possível. A pesquisa, liderada pela Universidade de Cambridge, descobriu que os organismos mais bem sucedidos que vivem nos oceanos, há mais … Continue lendo

ANCESTRAL DE BALEIA COM QUATRO PATAS É DESCOBERTO – UMA LIGAÇÃO EVOLUTIVA ENTRE TERRA E MAR.

As baleias pertencem ao oceano, certo? Isso pode ser verdade hoje, mas os cetáceos (baleias, golfinhos, botos) realmente descendem de mamíferos de quatro patas que já viveram em terra. Uma nova pesquisa publicada na revista Current Biology relata a descoberta no Peru de uma espécie inteiramente nova de baleia ancestral que se estendia por terra e mar, fornecendo … Continue lendo

QUANTOS ANOS TÊM OS ANIMAIS?

A origem dos animais foi um dos eventos mais importantes da história da Terra. Embriões fósseis maravilhosamente preservados sugerem que nossos ancestrais mais antigos podem ter existido um pouco mais de meio bilhão de anos atrás. No entanto, os fósseis são raros, difíceis de interpretar e novos fósseis mais velhos são constantemente descobertos. Uma abordagem alternativa … Continue lendo

A VIDA SE RECUPERA MAIS RÁPIDO DO QUE PENSÁVAMOS APÓS A PIOR EXTINÇÃO EM MASSA DA TERRA.

Mesmo o Grande-Morte não conseguia conter a vida. A vida parece ter se recuperado mais rápido do que pensávamos depois do pior evento de extinção em massa na história do nosso planeta, apelidado de Grande-Morte. Novas evidências sugerem que uma vez que  a extinção do Permiano-Triássico que atingiu a Terra há 252 milhões de anos, a vida se recuperou em … Continue lendo

OS ANIMAIS MAIS ANTIGOS DA TERRA FORMARAM COMUNIDADES ECOLÓGICAS COMPLEXAS.

Uma nova análise está lançando luz sobre os primeiros animais macroscópicos da Terra: a enigmática biota Ediacarana de 570 milhões de anos. Fósseis Ediacaranos têm uma aparência um tanto bizarra, não compartilhada por nenhum grupo animal moderno. Durante décadas, os pesquisadores acreditavam que esses fósseis enigmáticos eram ecologicamente simples. No entanto, emprestando um método da ecologia moderna – … Continue lendo

INFLUÊNCIA CLIMÁTICA SOBRE ERUPÇÕES VULCÂNICAS.

A mudança climática no nível superfície da Terra faz com que a pressão mude profundamente, alterando a produção de magma. Isto é evidenciado pelo aumento acentuado das erupções ocorridas na área do Mediterrâneo entre cinco e seis milhões de anos atrás, quando o mar isolado do Atlântico quase secou por evaporação. A atividade vulcânica afeta o … Continue lendo

O VOO TIPO “FAISÃO” DO Archaeopteryx.

Este bizarro animal que vivia no Jurássico estava ativamente voando, mesmo que por distâncias curtas e com um estilo diferente ao dos pássaros atuais. Foi feita uma reconstrução 3D da estrutura de seus ossos, que mostrou-se semelhante à de pássaros como faisões em sua anatomia.  Archeopteryx foi capaz de voar ativamente, então não usou as asas apenas para … Continue lendo

QUANDO OS MAMÍFEROS SE TORNARAM DIURNOS.

Foi somente após a extinção dos dinossauros que os primeiros mamíferos abandonaram o modo de vida noturno, primeiro através de um estágio intermediário de atividades mistas (dia e noite), que durou milhões de anos, então adotaram uma vida totalmente desperta. Mas a transição não aconteceu ao mesmo tempo para todas as ordens e famílias de mamíferos, … Continue lendo

A ESTRUTURA MAIS ANTIGA DO OLHO.

A análise de um fóssil trilobita datado em 530 milhões de anos definiu a estrutura interna do olho de um dos primeiros animais dotados de um aparelho visual real. Este olho composto, muito semelhante ao dos insetos e artrópodes modernos, não foi muito eficiente, mas permitiu identificar predadores e obstáculos. A estrutura interna do olho de … Continue lendo

A COMPLEXIDADE DA FARSA DO HOMEM DE PILTDOWN – SUSPEITOS E CULPADOS.

Piltdown man é uma das fraudes mais famosas da história da ciência. Em 1912, Charles Dawson descobriu o primeiro de dois crânios encontrados na pedreira de Piltdown em Sussex, na Inglaterra. O crânio aparentemente primitivo de um hominídeo ancestral do homem. Piltdown man, ou Eoanthropus dawsoni, foi uma descoberta surpreendente que supostamente representaria o “elo perdido” com características tanto humanas … Continue lendo