Filed under Geologia e Paleontologia

BINGO! DNA LEÃO-DAS-CAVERNAS.

Paleogenética confirma que o leão das cavernas era uma espécie singular. Da Europa Ocidental para o Yukon, as pastagens do Hemisfério Norte costumavam pertencer ao leão-das-cavernas. Os ossos deste enorme felino, mostram que eram maiores do que os leões atuais, e podem ser encontrados a partir das cavernas da Eurásia até no permafrost do Ártico. … Continue lendo

ANCESTRAIS DE TODOS OS VERTEBRADOS TINHAM BOCA GRANDE E NÃO POSSUÍAM ÂNUS. (Comentado)

O ancestral de todos os vertebrados, incluindo peixes, répteis e seres humanos possuía uma boca grande, mas aparentemente não tinha ânus. A criatura microscópica chamada Saccorhytus, tinha características semelhantes a um saco por um corpo na forma elíptica e boca grande, viveu 540 milhões de anos atrás. Foi identificado a partir de microfósseis encontrados na … Continue lendo

PRIMEIRAS ASAS DE AVES PRESERVADAS EM ÂMBAR BIRMANÊS.

Milhares de aves fósseis notáveis da época dos dinossauros foram descobertas na China. No entanto, a maioria destes fósseis estão achatados na rocha, ainda que comumente preservem os fósseis. A equipe de investigação internacional foi conduzida pelo Dr. Xing Lida da Universidade de Geociências da China, e colegas do Canadá, Estados Unidos e professor Mike … Continue lendo

UM ANTEPASSADO DO COELHO LIGA EUROPA E ÁSIA.

A espécie Amphilagus tomidai foi descoberta recentemente – um antepassado do coelho que vivia na atual Sibéria durante o Mioceno, cerca de 14 milhões de anos atrás. A descoberta deste mamífero, é que ele pertencente a uma família que acreditava-se que só existia na Europa, e revela que os dois continentes estavam ligados – livre … Continue lendo

O QUE REALMENTE MATOU OS DINOSSAUROS?

Um projeto em curso ao longo da costa do México pode finalmente resolver uma controvérsia de longa data. Uma extraordinária embarcação – parte navio, parte perfurador – esta sendo equipada no porto do Progreso, no México, para perfurar o passado da Terra. Esta primavera e verão, ele tentará recuperar um cilindro fino de rocha de … Continue lendo

POR QUE HAVIA TANTAS ESPÉCIES DE DINOSSAUROS?

Uma nova espécie de dinossauro é descrita, em média, a cada 10 dias. Cerca de 31 espécies já foram relatadas este ano e podemos esperar mais algumas antes de 2016 terminar. Claro, descobrir o que conta como uma espécie distinta é um problema complicado. Os paleontólogos são argumentativos por natureza, portanto, obter qualquer dois deles … Continue lendo

COMO OS DINOSSAUROS EVOLUÍRAM PARA AVES.

É uma relação improvável, mas o humilde pombo é um descendente distante do poderoso T. rex. As duas espécies compartilham um passado biológico notável e o paleontólogo do Museu de Historia Natural, o Dr. Paul Barrett explicou como a nossa nova compreensão da evolução dos dinossauros está transformando a forma como os cientistas pensam. Pássaros … Continue lendo

DOMESTICAÇÃO DO CÃO PODE TER AUMENTADO AS MUDANÇAS GENÉTICAS NOCIVAS, DIZ RELATÓRIO BIOLÓGICO. (Comentado)

A domesticação de cães pode inadvertidamente ter causado mudanças genéticas nocivas, sugere um estudo liderado pela UCLA. A domesticação de cães a partir de lobos cinzentos se deu a mais de 15.000 anos atrás através da seleção artificial e endogamia, mas os efeitos desses processos no genoma do cão têm sido pouco estudado. Pesquisadores da … Continue lendo

POR QUE OS DINOSSAUROS ATRAVESSARAM O EQUADOR … MAS OPTARAM POR NÃO VIVER LÁ?

Por mais de 30 milhões de anos após os dinossauros aparecerem pela primeira vez, eles permaneceram inexplicavelmente raros perto do equador, onde apenas alguns dinossauros carnívoros de pequeno porte ganhavam a vida. A ausência de longa data de grandes herbívoros em baixas latitudes é uma das grandes perguntas não respondidas sobre a ascensão dos dinossauros. E … Continue lendo

NOVO DINOSSAURO IDENTIFICADO NO ALASCA.

Dinossauro bico de pato resistindo aos tempos mais frios. Os dinossauros do Ártico tem um novo garoto-propaganda. Ugrunaaluk kuukpikensis, uma nova espécie de dinossauro com bico-de-pato, que viveu no que é hoje o Alaska, a cerca de 69 milhões de anos atrás, os cientistas relataram sua descoberta na revista Acta Palaeontologica Polonica. Um geólogo descobriu os … Continue lendo

NOVA DESCOBERTA DE FÓSSEIS DE Hipparion DO MIOCENO SUPERIOR DE BAOGEDA ULA, MONGÓLIA INTERIOR, CHINA.(Comentado)

Cavalos Hipparionine foram amplamente distribuídos na América do Norte e do Velho Mundo, e eles eram especialmente abundantes durante o Mioceno e Plioceno na Eurásia. Como resultado, os fósseis Hipparion são marcadores biológicos importantes para correlações estratigráficas bem como reconstruções climáticas e ambientais. Os fósseis do gênero Hipparion são os mais representativos nos estratos terrestres … Continue lendo

INSETOS ANTIGOS USAVAM CORPOS DE PRESAS PARA SE CAMUFLAR.

Se magicamente você fosse transportados de volta para o Médio-Cretáceo, você provavelmente teria em suas mãos gigantes se esquivando de dinossauros como o Iguanodonte ou o Carcharodontosaurus cheio de dentes. Em um momento mais calmo, porém, você poderia notar uma maravilha menor: minúsculos insetos no chão da floresta usando camuflagens. Novos fósseis revelam que os … Continue lendo