TÉCNICA CRIA ESPERMA FEMININO E ÓVULO MASCULINO. (Comentado)

ovulo

Fêmeas podem produzir espermatozoides e machos conseguem fazer óvulos. Parece loucura, mas pesquisadores da Universidade de Kyoto, no Japão, descobriram que é possível.

Um artigo publicado na revista Scientific American explica que Katsuhiko Hayashi e seu orientador Mitinori Saitou usaram células da pele de camundongos para criar células-tronco germinativas primordiais (CGP). Estas células foram, então, transformadas em espermatozoides e óvulos.

Embora a técnica ainda esteja no começo, as possibilidades são surpreendentes. As células de um rato macho podem ser convertidas em óvulos. Com isso, os ratos que eram inférteis podem se tornar férteis novamente, transformando as células da pele em células germinativas viáveis. Essas células já foram usadas para criar um rato bebê, que nasceu em perfeitas condições de saúde.

A pesquisa inicial foi feita em outubro do ano passado. Desde então, cientistas do mundo todo perceberam o potencial da pesquisa. Pesquisadores têm replicado a técnica, mas continuam incapazes de produzir filhotes vivos.

Agora, a equipe de Hayashi está envolvida em estudar como o seu trabalho pode ser aplicado em seres humanos. Isso poderia significar uma nova esperança para casais inférteis ou casais homossexuais.

Mas os cientistas ressaltam que esse é um salto muito grande. O método usado para transformar a pele em células germinativas pode desenvolver anormalidades cromossômicas e mutações genéticas. O acesso restrito a embriões humanos para experiências também é um obstáculo.

Os cientistas, portanto, concordam que a pesquisa é interessante. Mas ainda serão necessários muitos anos antes que qualquer tratamento viável para a infertilidade seja usado pela medicina.

Fonte: Info.Abril

 .

Comentários do autor

Nas redes sociais vi alguns comentários dizendo que tal reportagem explicaria o fato de Maria, mãe de Jesus, engravidar. A reportagem supostamente fala sobre mulheres produzirem espermatozoides e não fazer auto-fecundação ou partenogênese, que são duas coisas distintas e que não ocorre na humanidade. Jesus não é resultado desses processos, é uma passagem muito mais poética de um homem meio humano meio divino, filho de Deus que encarnou entre os membros de sua criação, embora hoje, teologicamente falando, exista uma diferença entre o Jesus O Cristo e o Jesus de Nazaré. Um com aspectos divinos e outro com aspectos humanos, conhecido pela arqueologia e relatos históricos.

A segunda questão também é de ordem biológica. Como uma mulher conseguiria produzir cromossomos XY ou o homem XX?

A reportagem não deixa claro isto e mesmo que deixe, estamos falando de técnicas de reprodução e não de auto-fecundação. A definição de sexo é dada pelo tipo de célula gamética que o indivíduo possui. Um homem é classificado como homem pelo fato de produzir espermatozoides e a mulher por produzir óvulos.  Em caso de genitália ambigua os médicos se pautam pelo tipo de célula germinativa produzir para definir o sexo da criança. Ainda há muito ceticismo nessa afirmação da reportagem acima, se é que ela é cientificamente respaldada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s