UNICAMP CANCELA PALESTRA CRIACIONISTA

UNICAMP

Obrigado a Universidade de Campinas por ter se manifestado conta este evento em uma Universidade pública. A única critica é em relação ao título e subtítulo da reportagem feita pela revista IstoÉ.

É preciso lembrar que não é uma questão de impor Deus fora da comunidade científica, mas que a discussão sobre os paradigmas da física sobre a origem do universo ou da diversidade biológica é um tema abordado pela ciência e não pela religião. A abordagem religiosa é distinta e portanto, não se caracteriza como um evento científico. Se a abordagem é científica, então que se chame os cientistas e não pastores de igrejas. O conceito de criacionismo e Designer inteligente esta totalmente relacionado a uma vertente do cristianismo que é, na melhor das hipóteses, fundamentalista, e que agora, com essa manifestação da UNICAMP se sentiu ofendida por novamente e extra-oficialmente foi taxada como pseudocientífica na frente do país. Como de fato é, criacionismo e Designer inteligente não é reconhecido como ciência, nem nos países com maior número de seguidores. Nos EUA o criacionismo não é ensinado em escolas publicas, pois fere a I emenda americana. Somente escolas particulares vinculadas a entidades religiosas ensinam o criacionismo.

Portanto, não uma questão de manter Deus fora das Universidades, mas fazer a abordagem correta. Não faz sentido manter Deus fora da Universidade quando as pessoas podem e tem o direito de acreditar no que bem entendem. A questão é separar a forma com que o tema é abordado. Não é dicotomizar o conhecimento, mas ciência, bem como a religião, cada qual tem sua metodologia específica. A ciência pelos paradigmas e hipóteses falseáveis…a religião através da revelação, autoridade e tradição.

Na ciência, os paradigmas, as ontodefinições devem ser derrubadas por novos paradigmas científicos. Os membros que participariam de tal evento eram seguidores da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD), defensores do criacionismo e Designer inteligente. Todos sabemos quem são; Marcos Eberlin, Nahor Neves, Michelson Borges e Rodrigo Silva. Apesar de suas formações acadêmicas pouca competência tem para falar sobre Origem do Universo ou da biodiversidade, além obviamente, de serem pastores na IASD. Eberlin usa seus artigos científicos para justificar sua competência para tal assento, mas nenhum destes artigos defende o conceito de Designer inteligente, pois se o fizesse jamais seria aceito em revistas cientificas. Sendo assim, publica artigos científicos e faz pseudociência usando o nome e relacionando religião com ciência em uma quimera inconsistente e incoerente bem evidenciada em seu livro pessoal.

Quanto ao subtítulo, na verdade é uma opinião de Rodrigo Silva, de que sejam ateus que tenham se mobilizado a tal manifestação. A indignação veio por professores da própria instituição que sentiram o ensino público sendo invadido por uma determinada vertente religiosa. Atacar Darwin pode, e deve ser feito, mas dentro do campo da ciência, através da metodologia que caracteriza a ciência como um mecanismo construtor de conhecimento.

Religião, teologia, teleologia, filosofia não derruba conceitos científicos. Ciência deve derrubar ciência. Por exemplo, Michelson Borges jamais participou de qualquer debate sobre evolução e criação quando foi convidado pelos membros do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo. Porque como pastor e jornalista não tem competência alguma para discutir temas científicos, apenas pseudociência oportunista, em favor de sua crença pessoal.

Veja que não é a primeira vez que este tipo de manifestação ocorre no Brasil. Em outros momentos houve repudio pelo mesmo motivo, inclusive casos internacionais.

Esperemos que nas próprias tentativas a reitoria da UNICAMP não permita que tais eventos sejam confirmados para depois serem cancelados. Para evitar encenações que possam iludir as pessoas fazendo-as acredita que tais membros estão sendo vitimas de injustiças. É uma questão de honra da UNICAMP manter a integridade e o ensino de bons alunos para que possam ter futuros brilhantes como cientistas, como pessoas de espírito livre.

Parabéns para os membros da academia que se manifestaram em relação a este episódio inquisitivo e proselitista

ADENDO

Neste episódio também se manifesta o professor de matemática Samuel Oliveira. Temos aqui matemáticos se manifestando contra o criacionismo. A matemática tem sido uma linguagem abusivamente usada por defensores do criacionismo, especialmente Dembski que a usa para defender modelos e algoritmos alterados tentando invalidar a evolução biológica. Isto é caracterizado como pseudomatemática.

Foi me apresentado um artigo que supostamente reconhecia como ciência o Designer inteligente, em especial um artigo de Dembsky: William A. Dembski and Robert J. Marks II, “Conservation of Information in Search: Measuring the Cost of Success,” IEEE Transactions on Systems, Man, and Cybernetics-Part A: Systems and Humans

Fui criticado por não reconhecer tal artigo como científico, por dizer que Dembski usa algoritmos tendenciosos. Deixo aqui a razão pela qual mantenho meu ceticismo. O artigo apenas usou uma linguagem matemática diferente, o que não é ciência, mas apenas uma linguagem distinta que nem mais apurada, não é vigente no meio acadêmico onde se faz modelagens evolutivas. Mesmo assim, a conclusão de Dembski é:

Computers, despite their speed in performing queries, are thus, in the absence of active information, inadequate for resolving even moderately sized search problems. Accordingly, attempts to characterize evolutionary algorithms as creators of novel information are inappropriate. To have integrity, search algorithms, particularly computer simulations of evolutionary search, should explicitly state as follows: 1) a numerical measure of the difficulty of the problem to be solved, i.e., the endogenous information, and 2) a numerical measure of the amount of problem-specific information resident in the search algorithm, i.e., the active information.

A pergunta é; Onde esta o designer inteligente defendido no artigo? o artigo não cita nada sobre tal personagem. Mostra que supostamente temos um modelo de algoritmos que mede uma matriz aleatória, ou seja, ao acaso. Porém, as mutações são ao acaso, os mecanismos evolutivos não. A única menção apresentada no artigo é na descrição final dos autores. Dembski não defendeu desígnio inteligente para justificar especificidade porque sabe que na comunidade não teria o trabalho aceito porque não é ciência.  Mesmo caso ocorre com Marcos Eberlin.

Agora vejamos o que o matemático Jason Rosenhouse nos alerta em um de seus artigos a respeito de pseudomatemática:

As an academic dispute all this is minor. But it plays in public. ID theorists, much like the creationists before them, know they will not convince scientifically knowledgeable people.

Instead, they market their ideas to a public untrained in both the methods and findings of science. And all too often their’s is the only viewpoint that is readily available.

When scientists are presented with subjects that invoke the terminology of science to defend nonsense, like astrology and creationism, they use the term pseudoscience. I suggest we need a similar term, pseudomathematics perhaps, to describe mathematical formalism, used to promote bad arguments. As professional mathematicians, we all have an interest in protecting the integrity of our subject. We have an obligation to be aware of how mathematics is being used in the public square. When we see pseudomathematics, we should not be afraid to identify it.

O matemático Thomas Robson também nos alerta:

Creationists attempt to protect their probability arguments from our sufficient opportunity principle by invoking this single beloved mathematical law. Borel did in fact propose such a law. However, just as creationists have misrepresented the second law of thermodynamics, so have they misrepresented Borel’s law of chance. So what did Borel really mean? Here is an illustration……The opponents of evolution are not interested in good science, and as I have attempted to show in this article, neither are they interested in good mathematics. Hence their arguments are not based on a complete and contemporary understanding of the scientific and mathematical principles that are relevant to the issue. This is yet another reason why creationist material has no business being taught in science classes – it threatens our students’ education not only with bad science, but also bad mathematics.

Modelos para estudar taxa de mutação e viabilidade da informação do DNA são testados seguindo a mesma metodologia, com algoritmos baseados em taxas de mutação e não em informação endógena, exógena. Eis aqui um que testa isto:

Paun et al. proposed an elegant
algorithm to this problem based on the sticky model proposed by Roweis. However, the drawback of this algorithm is that the “exponential curse” is hard to overcome, and therefore its application to large instance is limited. In this s paper, we present a DNA based evolutionary algorithm to solve this problem, which takes advantage of both the massive parallelism and the evolution strategy by traditional EAs. The fitness of individuals is defined as the negative value of their length. Both the crossover and mutation can be implemented in a reshuffle process respectively. We also present a short discussion about population size, mutation probability, crossover probability, and genetic operations over multiple points. In the end, we also present some problems needed to be further considered in the future.

Sendo elegância conceito em que um conjunto de conceitos se entrelaçam elaborando uma hipótese ou uma teoria concreta coerente com outras teorias!!! Informação, biossemiose e conceito de elegância em filosofia da ciência são considerados hoje até para conceito do que é a vida ou as 3 hipóteses coerentes concorrentes entre si, sendo a principal delas baseada em replicadores moleculares passivos de evolução.

Talvez a maior manifestação de todas contraria a abusiva descontextualização e uso discriminado de segmentos da ciência de péssima qualidade esteja ligada a química, especialmente no caso de Eberlin que tem defendido a quiralidade das moléculas como evidencia de Designer inteligente. Essa manifestação esta exposta no artigo Solving an unnecessary problem: chirality and the origin of life que vale a pena ser lido.

Saiba mais em: Falácia de Eberlin

 .

Scritto da Rossetti

Palavras chave: NetNature, Rossetti, UNICAMP, Ciência, Pseudociência, Criacionismo, Designer Inteligente, Charlatanismo.

51 thoughts on “UNICAMP CANCELA PALESTRA CRIACIONISTA

  1. O que Michelson Borges tem a ver com zoologia? Ele é jornalista. Para você inferir algo a um designer não precisa conhecer o designer. O que o instituto SETI faz? Tenta inferir design por trás de ondas eletromagnéticas vindas do espaço, deveriam fechar aquele lugar acusando-os de religiosos?

    • Seti procura vida inteligente fora do planeta, não criadores da humanidade, seres mitológicos. Se vão achar eu não sei, pouco provável, mas ao que parece, até a ufologia é menos atacada que o criacionismo ou o DI. Talvez ela esteja mais proxima de conseguir uma evidencia que a torne uma ciência do que o cristianismo doutrinário criacionista.

      Michelson foi várias vezes convidado a partipar de debates la, para que ele defenda seu ponto de vista de que ha designer nos grupos biológicos. jamais participou, alias não participa de debates nem na internet, nem abre espaços para comentários. Tipico de um pastor que quer pregar uma doutrina sem ser questionado. Exatamente por ser jornalista ele deveria cobrir reportagens ou coisas do gênero e não ficar pregando coisas que não é de sua formação, como por exemplo inferir designer inteligente dentro da biologia como disciplinar ou da física.
      Como pastor, ele deveria guiar as pessoas ao caminho do céu e não criar Jihads adventistas contra o mundo pregando um falso moralismo patético e recalcado!!!

      • SETI faz inferência a inteligência (mente pensante) a certos padrões de informação vindas do espaço.Os mesmos padrões são encontrados no código da vida. Esses padrões implicam sem exceções que houve algum projeto por trás do seu surgimento. Apesar existir profundas implicações religiosas o I.D não possui nenhuma pressuposição religiosa.

      • O SETI procura vida inteligente, como a nossa. Implica que a vida pode ter se originado em outros lugares do sistema solar e fora dele!!! Somente isto. A origem da vida do ponto de vista bioquímico, ou química orgânica, ou biopoiese aqui, ou em outros locais do universo e como ela pode se desenvolver até tal estagio é parte da exobiologia, da astrobiologia e não tem relação com projetos inteligentes. Talvez tenha implicações religiosas no que diz respeito a capacidade da vida surgir em outros locais e que podem então surgir independentemente de um agente especial, divino, externo, imortal eterno ao universo. Alias, é essa a questão básica para o criacionista, como mensurar e falsear algo que é especial, divino, externo, imortal eterno ao universo???
        DI pode ou não ter implicações religiosas, na verdade, essa é uma falha dos proponente do DI…o que é este DI? Quem é ele, qual a sua identidade, alguns dizem ser o Deus cristão como Marcos Eberlin…Poque este em particular? outros dizem que ele não é um Deus e que não é onisciente, portanto falho (não sei porque tem o adjetivo de inteligente então)outros atribuem valor extraterrestre…. DI pode ser qualquer coisa e meramente especulativo, no máximo teleológico. Como a teleologia cafe com leite de Craig em que o universo existe e portanto ha uma causa, logo deus existe….mas Deus é café com leite, porque não vale perguntar qual a origem de Deus já que ele existe.
        Para completar. O SETI afirmou este ano ter encontrado padrões matemáticos, semelhantes ao de vida inteligente e muitos ufólogos (e ate defensores do designer inteligente) pressupuseram que tinham encontrado evidência de vida inteligente fora da terra. Mas o artigo do SETI jamais fez qualquer menção sobre esses padrões serem evidencias concretas, definitivas de vida inteligente fora da Terra. E de terem papel efetivo como deuses… Nem o SETI reconhece como fato a existência de vida inteligente fora da Terra.
        http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0019103513000791

        Veja:

        Therefore it represents an exceptionally reliable storage for an intelligent signature, if that conforms to biological and thermodynamic requirements. As the actual scenario for the origin of terrestrial life is far from being settled, the proposal that it might have been seeded intentionally cannot be ruled out. A statistically strong intelligent-like “signal” in the genetic code is then a testable consequence of such scenario. Here we show that the terrestrial code displays a thorough precision-type orderliness matching the criteria to be considered an informational signal. Simple arrangements of the code reveal an ensemble of arithmetical and ideographical patterns of the same symbolic language.

        Ou seja, it might have been seeded intentionally cannot be ruled out ou seja, concorda-se que pode haver um padrao de inteligencia, mas seria este o grupo de designer criadores do universo e da humanidade? Seria extraterrestres nossos Deuses???
        As implicaçoes sobre a religião seriam negativas e o tal designer nao teria qualquer atributo divino, apenas biologico. Se é biologico, a questão continua em aberto, qual a origem desses seres de outro planeta?
        O codigo genetico como resultado de alteraçoes inteligente parece pouco provavel. Dos 20 aminoacidos essencias que nosso codigo genetico usa 10 podem ser produzidos aleatoriamente na natureza como ja foi demonstrado por quimicos. Os outros 10 são sintetizados por nós!!! O codigo de dna usado artificialmente por nós para armazenar informaçao nao biologica é analogo e ão corresponde bioquimicamente!!!!
        Portanto, é ainda improvavel que a nossa vida seja uma forma artificial criada por um agente de outro planeta, ou mesmo um Deus!!!

  2. Só não entendi a indignação do dileto professor.
    Se é algo tão fora do meio científico, porque não confrontá-lo no debate?
    Será que não há argumentos para tal?
    Se a Universidade é Pública ela deve se abrir para todos os pensamentos, ainda que discorde daquilo que cremos e defendemos.
    Uma pergunta. Um Pastor de Igreja é incapaz de ser cientista?
    Entendo que a crítica não foi em razão do tema e sim de seus defensores.
    Então que se proíba os Cientistas de ensinar, pois do ponto de vista dos Pastores eles também estão equivocados em seus argumentos.
    A Constituição Brasileira, já que foi citada a Lei Americana, também prevê em seu art. 5º Incisos IV, VI e IX também tratam da liberdade de expressão. Então me explique o porquê do cancelamento do Fórum;
    O perigo está na proibição e não na defesa!
    Alfredo Luiz Costa Filho
    Pastor Presbiteriano

    • Não Alfredo, cristãos são intelectualmente e igualmente competentes na arte de fazer ciência quando respeitam a metodologia e os limites da ciência. Ciência, religião, artes, senso-comum, filosofia…todas eles tem suas respectivas metodologias e seus limites epistêmicos.
      A questão é separar a crença pessoal e sua forma de construir conhecimento, em especial o científico, das demais linhas de pensamento. Será que um pastor que seja cientista esta preparado para aceitar por exemplo a consolidação de um paradigma que se choca frontalmente com a sua crença e a sua motivação de vida? Será que ele esta preparado para aceitar que não existe motivação especial alguma do porque um átomo é estavel quando tem 2 ou 8 elétrons na sua ultima camada?
      Estamos falando de um ambiente acadêmico onde paradigmas são defendidos, onde há patrocínio do governo, onde há investimento em pesquisa e que não pode ter qualquer tipo paixão religiosa. Entendo que seja liberdade de expressão e a igreja e seus membros tem liberdade para expressar suas crenças, defendo isto para que minorias e maiorias tenham o mesmo espaço….mas dentro de um ambiente público não é permitido qualquer tipo de favorecimento religioso. A religião deve ser pregada no templo e a igreja são os membros que a compôem. Se vamos abordar do ponto de vista acadêmico, peguemos teólogos que exerçam realmente seu papel, o de estudar o papel da religião em uma determinada sociedade e como ela influenciou as futuras.
      O que o criacionismo propõem não é uma interpretação do livro de Gêneses ou um estudo detalhado de seu valor historico ou mesmo literario. A interpretação é literal, onde se tenta adequar uma metodologia cientifica na religião. Ha incompatibilidade clara. Não se testa em laboratorio a existência de Deus, as presunções de que uma molecula é dextrogira ou levogira não são evidencias de que Deus existe. Não se falsea Deus.
      O criacionismo cientifico não é aceito como ciencia nem nos EUA, pais fervorosamente cristão!!
      Confronta-se exatamente para que se mantenha a identidade metodologica de cada um dos sistemas de construção de conhecimento, ciencia ereligiao. Deve haver intercambio de informações, mas não introdução da religião no setor publico. Senão logo estaremos numa teocracia.
      Uma outra questão é, todos os convidados a palestra eram criacionistas.Nenhum era do meio academico sem qualquer tipo de vinculo religioso. Segunda coisa, nenhum deles tem qualquer competência academica para discutir origem da vida. Eu fui em um congresso sobre origens da vida em 2006 na USP e la encontrei filosofos, fisicos, quimicos, astronomos e um teologo palestrando sobre o mito da criação em diversas tradições e religioes.
      Se o criacionismos e propoem como cientifico então estudaremos bipoiese, estruturas organicas e como a materia e suas propriedades se organizaram de tal forma a sustentar formas rudimentares ligadas a hereditariedade e como seriam esses blocos pré-bioticos. Exige conceitos complicado.
      A proibição ocorre porque bate em um limite onde se determina a caracteristica epistemologica de cada um dos dois setores, bateu exatamente no momento em que um grupo de cristãos fundamentalistas (Não todos porque a grande maioria dos cristãos não são fundamentalistas por isso é fundamental fazer essa distinção evitando generalização) quer se apresentar como ciência para reforçar uma interpretação literal da bíblia. Imagine um biólogo evolucionista entrar numa igreja e pedir a palavra para falar sobre a veracidade da obra de Darwin que seria supostamente provada pela revelação divina. O criacionismo toma exatamente a mesma ideia, só que em sua defesa!!!! É incoerente
      A ciência é uma criação humana e o homem que desce as águas no batismo, pelo que sei, abandona a vida mundana, faz um pacto com deus e não estabelece mais aliança com o ímpio. A ciência não pode fundamentar e nem refutar a existência de Deus, ela é mundana, ela é criação humana, ela é limitada ela tem métodos distintos, portanto, ela é absolutamente neutra, e deve se defender dessas abordagens.
      Acho que os cristãos deveriam se manifestar contra o criacionismo científico pois esta se apresentando não mais como um grupo de pessoas religiosas, mas uma facção, com ideologias de direta, envolvimento politico, ultra-conservadorismo etc e tal. Isto vem desfavorecendo o crescimento do evangelho que deveria ser bos novas e não um remember da escolastica ou da idade média.

    • Barrar, não querer ouvir, negar, desqualificar, é muito mais “democrático” do que debater ideias!! A pergunta é: não dizem que as universidades formam pensadores? Não é o que parece, já que o que vemos, são pessoas sendo doutrinadas pelos marxistas, há ponto de não fazerem diferença entre certo e errado e relativizam tudo. Quem pensa, é livre para decidir o que ela pode ou não ouvir. Quando alguém impede o diálogo, dizendo que aquele ou esse ambiente não é próprio para isso ou aquilo, quando esse ambiente é uma universidade, é um caso muito sério. E isso em nome das liberdades? Quais liberdades? Liberdade de não deixar que pessoas possam debater? Ai, ai, ai.

  3. Em outas palavras, caro Rossetti, você está defendendo que os “meios acadêmicos sejam uma igrejinha de ateus”, onde religiosos não entram? Nada mais que outra “casa do Bolinha”? São os ateus que dizem o que se deve discutir, fazer, estudar etc. na UNICAMP? Como o MST como se deve fazer reforma agrária? Será que estamos falando de gente do mesmo nível intelectual? Se alguém quer participar de um debate seja lá do que for, QUAL O PROBLEMA ACADÊMICO DISSO?

    Se você estivesse defendendo que igreja A, ou B, ou C, tanto quanto a empresa X, ou Y ou Z NÃO DEVEM VENDER SEUS DOGMAS OU REGRAS OU ESTATUTO COM REGRA DE VIDA DE QUEM QUER SEJA ou COMO FUNDO CIENTÍFICO E ATÉ RELIGIOSO DO QUER QUE SEJA, ATÉ ESTARIA DE DE ACORDO COM VOCÊ, como mera propaganda de entidade. Mas seria contraditório alguém do PT ou do PC ou da CUT etc. fazerem palestra ou debate sobre algum assunto na UNICAMP? Mas seria pelo menos recomendado alguém do PCC OU CV fazer a mesma coisa? É UMA QUESTÃO DE MORAL E ÉTICA, e não de torcida organizada, seja de ateus ou de corintianos. Você dizendo isso dos ateus da UNICAMP?
    Mas é isso que o tal conferencista iria fazer na sua palestra ou debate, pregar ou debater alguma imoralidade? Era alguma “igreja” que estava patrocinando o evento, e se fosse, QUAL O PROBLEMA DE ATEUS TAMBÉM ENTRAR DENTRO DE QUALQUER IGREJA? Qual a diferença de alguém defender uma hipótese A ou B, ainda que fosse DOGMA DE FÉ DO RESPECTIVO CRENTE: Alguém PODE proibIr Däniken de fazer suas conferências sobre ETs etc., MESMO QUE SEJA NUMA UNICAMP OU QUALQUER OUTRA INSTITUIÇÃO ACADÊMICA, pública ou não?
    Mas se “proibiu” o TAL conferencista, tenha lá a crença que tenha! Pode?
    Não se trata única e exclusivamente de discussões medíocres de sexo de anjos?
    O que é uma entidade pública de ensino? A Casa do Bolinha, onde meninas não entram, só as que os ateus gostam e permitem?
    Por ouro lado, você acharia incorreto que “ateus” fizessem palestras específicas para ateus numa instituição pública, e até mesmo que se tivesse a idiotice de “proibir” que “não ateus” não entram? A única coisa a se discutir é se tivesse infringindo o direitos de uns, em detrimentos de outros. Ser ateu é um “direito imposto e exclusivo na UNICAMP”? Cristãos fundamentalistas por acaso são diferentes de “ateus fundamentalistas”? É possível tamanha idiotice como coisa acadêmica?
    Caro Rossetti, algum evolucionista idiota entrar numa igreja “que instituição particular e até empresarial” e pregar bobagens contra os estatutos ou cânones da igreja, ou de qualquer outra empresa ou instituição, não faz sentido, mas você está falando de “instituição pública”, como se fosse “particular de ateus”, seja lá por “epistemologia” que seja!
    Outra coisa é entender se a administração da faculdade esteja cometendo alguma irregularidade legal ou estatutária, seja qual for. É isso que aconteceu com o tal conferencista?
    É evidente que todo ateu se torna por essência, AUTORITÁRIO E DITATORIAL, emergiu de fato do comunismo socialista! Ainda não encontrei um ateu da gema, que também não fosse comunista, pelo menos no que acompanho pela internet.

    A pergunta que fica no ar é se SÓ SÃO CIENTISTAS NA UNICAMP QUEM É ATEU, o resto seria doentes que contaminam?
    Não preciso de fato de sua resposta, mas gostaria de ver a resposta da UNICAMP, se é que a proibição foi por tamanha estultice de ateus numa universidade que se mantém pelos impostos que todos pagam!.Ou será que quem mantém a UNICAMP são os ateus que nela existem?

    arioba.

    • Nenhum deles tem qualquer competência acadêmica para discutir origem da vida. Eu fui em um congresso sobre origens da vida em 2006 na USP e la encontrei filósofos, físicos, químicos, astrônomos e um teólogo palestrando sobre o mito da criação em diversas tradições e religiões. Houve debate sobre o papel da origem da vida e como ela é retratada em diferentes culturas e religiões.
      Ha um intercâmbio de informações enter filosofia, ciência, e religião…mas é inegável que hoje os maiores esforços e avanços para entender o que é vida e como ele pode ter surgido vem da ciência.
      Eberlin diz que moléculas levogiras e dextrogiras foram criadas por Deus como uma assinatura divina. Químicos ateus ou mesmo religiosos reconhecem que ha mecanismos físico-químicos que podem explicar tal fenômeno. (http://rrresearch.fieldofscience.com/2011/01/solving-unnecessary-problem-chirality.html)
      Logo vão atribuir que a estabilidade do átomo que é alcançada com 2 ou 8 elétrons na ultima camada é um código divino em ve de entender que é causado pelo spin do elétron. Alias, códigos divinos tem de monte por ai, como a sequencia fibonacci que cá entre nós, é um exemplo patético.
      O problema não é a participação em si Ariovaldo. Michelson Borges já foi convidado inúmeras vezes a participar de debates de criação e evolução no museu da USP. Ele nem sequer respondeu aos convites.
      O que ia acontecer na UNICAMP não era um debate entre ciência e religião…todos os membros só eram criacionistas adventistas, portanto seria um culto religioso patrocinado pelo poder público. Debates sim, com representantes de cada um dos lados. Agora fazer fórum de origem da vida como se fosse uma abordagem cientifica com pastores da adventistas sem nenhum representante de outras linhas de pensamento fomentado por um órgão do estado que deve ser laico é limpar a bunda com a constituição!!!

      • Conversa fiada…

        Cientista só sabe dizer que as coisas se formaram por acaso(quando não consegue reproduzir) ou que tem uma ligação que dura milhões de anos(por isso tb não dá pra reproduzir), mas provas que é bom, até hj não vi nem provarem que o Mundo se originiou do Big Bang.

      • Procure cosmologos e eles te oferecem evidencias sobre radiação cosmica de fundo, expansão acelerada, cosmological redshift….. Em um congresso em 2006 na FAU da USP onde realmente era sobre Origem da Vida onde participaram teologos, astrofisicos, astrobiologos, exobiologistas, filosofos e bioquimicos um grupo apresentou um trabalho onde mostrava que no meio academico ja eraaceito o Big Bang como um fato cientifico dado conjunto de evidencias que mostravam isto.

        O que é o acaso Vardaum? ALias, qual a diferença entre acaso e aleatoriedade?

        Vamos fazer um teste.
        Um atomo se torna estavel quandosua ultima camada da eletrsonfera na distribuição eletronica tem 2 ou 8 eletrons. Me prova que isto foi criado desta forma, intencionalmente por Deus. Porque a estabilidade é estabelecida somente com 2 ou 8 atomos? Qual a real intenção do criador em estabelecer a estabilidade somente neste nivel de distribuição.

        Imagine vc andando na calçada, e na rua um carro passa numa poça de agua e joga lama em voce. Faça um experimento científico que prove que o motorista jogou agua em voce propositalmente. Prove cientificamente que tudo tem um propósito.

    • Estou sem paciência, porém como você é burro cara =/ (me desculpe por chamá-lo assim)… O cara disse que ciência é ciência e religião é religião e você diz uma besteira dessas de “igreja de ateu”? Na boa, primeiro que o cara nem disse “ateu”… Se você conhecesse a ciência não iria dizer essa baboseira, fica quieto que é melhor =/

      • Caros Rossetti e amigos, deixando de lado essa bobagem na Unicamp, como o assunto voltou para a ciência, seguem os comentários, mas ainda voltando ao tal Borges.
        “Culto religioso dentro de uma sala de aula de Universidade Pública”? Se eu fosse aluno iria lá ESCULHAMBAR O CULTO, e não pedir para proibir. O que um cubano iria fazer numa sala de aula COMO PALESTRA? E POR ISSO SE O PROIBE DE FAZER A PALESTRA PORQUE SE SABE SER DE COMUNISMO, e sua platéia cheia de petistas e comunistas? Importaria a alguém que isso fosse um culto comunista?

        Quanto à ciência:

        a) A religião se pronuncia sobre a “Vida” como algo divino, e a ciência como “enigma” até certo ponto insolúvel. EM QUEM ACREDITAR? O fato é que a Vida está aqui e há bilhões de anos, e não se consegue sequer definir? SIMPLES, PARTIMOS DE DOGMAS DE FÉ IDIOTAS COMO DEUS FAZEDOR OU “SELEÇÃO NATURAL” QUE TERIA QUE SER IGUAL A DEUS, e concluímos por mistérios divinos e enigmas científicos. QUE TAL ALGUÉM ENTENDER O QUE SEJA O SER-VIVO, MESMO QUE SEM SABER DEFINIR? ENTEDEMOS A GRAVIDADE, SEM SEQUER SABER O QUE SEJA? É só “ver seus efeitos”, a Vida tem o maior efeito quando procuramos entender a morte!
        b). Quanto à vida no mundo exterior, SEM SEQUER DEFINIRMOS O QUE É VIDA NA TERRA, ESTAMOS QUERENDO ENCONTRAR VIDAS FORA? E ainda, partindo do princípio terráqueo que há que ser igual à nossa? ONDE ESTÁ A CIÊNCIA EM TAMANHA IDIOTICE? Entretanto, se alguém quiser uma resposta melhor, é só ler qualquer religião, QUE NÃO É QUALQUER IGREJA!
        c) Quanto à alegação de que as melhores explicações vêm da ciência, se baseia em alguns fatos óbvios de observações equivocadas, e até uns dois séculos atrás as melhores explicações vinham dos religiosos.
        – Os religiosos ainda estão sentados em seus respectivos dogmas de fé, que os gregos e Cristo combateram ha 2 mil anos, MAS AINDA NÃO APRENDERAM QUASE NADA. Sócrates e Cristo foram condenados á morte por causa disso!
        – Como os cientistas se apóiam exclusivamente em crenças que decorrem das “teorias da ciência”, meras revelações como as doutrinas religiosas, por exemplo, o tal Big Bang, e os religiosos ainda têm pouca contribuição a dar, FICAMOS QUE AS HÍPÓTESES MESMO “CARECAS” DA CIÊNCIA AINDA SEJAM AS MELHORES. As empresas e instituições andam de jato enquanto as igrejas em cascos de tartaruga, apenas isso caro Rossetti.
        – Você já deve estar sabendo que apenas percebemos menos de 5% da matéria conforme cálculo da ciência, baseado na velocidade da luz. Há mais de 160 anos atrás a Doutrina Espírita escreveu que apenas nos é perceptível parte ínfima da matéria, e que a velocidade da luz é “lei’ apenas nesta parte ínfima que nos é perceptível. QUEM ESTÁ COM A HIPÓTESE MAIS PROVÁVEL, a religião há quase dois séculos, ou os cientistas cuja base são seus instrumentos recentes feitos de matéria que podemos perceber? Você já sabe que na quântica se está descobrindo “velocidades” acima da luz, já escrito na Doutrina Espírita? E é a ciência a ‘dona da verdade’?

        Caro Rossetti, não estou querendo deturpar a crença de ninguém, mas os argumentos que a sustentam, sejam evolucionistas, criacionistas, comunistas ou capitalistas. Cada um tem o direito de acreditar no que quiser, até por que não temos como ‘entrar na cabeça’ de ninguém para saber de fato no que acreditam. MAS A CRÍTICA É SOBRE OS ARGUMENTOS QUE A JUSITIQUEM. Mormente quando VALEM EM GERAL MUITO POUCO DO PONTO DE VISTA FILOSÓFICO DAS IDEIAS, e mais pertinentes são as críticas dos contrários do que dos que dizem “amém”. Você contestou minha crítica, MAS NÃO CONTESTOU UM CONTEÚDO SEQUER DELA? É isso que gostaria de ver escrito. Não estou preocupado em mostrar que minha crença é assim ou assado, tanto quanto não me preocupo com a sua ou a crença de quem quer que seja. Um texto se mede pelo conteúdo não pela crença de seu autor.
        Em todos comentários que faço no seu site procuro destacar esse conceito, que gostaria que me fosse alertado de bom grado quando fugir dele.
        Se não juntamos as artes (que surgiu primeiro ainda no homem préadâmico), com a religião e a ciência que surgiu muito depois, nos tornamos SÁBIOS ESPECIALISTAS, que podem muito bem ser criminosos, pois a faca e o revólver não reconhecem quem os usam. O sábio de hoje não tem organismo diferente do ancestral homo-sapiens, MAS APENAS A MENTE MAIS EVOLUÍDA. E mente significa o organismo que circunstancialmente se torna vivo? Enquanto não resolvermos questão tão simples, como discutir sexo de anjo de existência de Deus, Vida alhures, viagens espaciais etc.? Ou o homem é apenas seu organismo material? Ou palestras de evolucionistas, criacionistas, padres, pastores, ateus, comunistas ou capitalistas na base da “Casa do Bolinha”?

        arioba

      • Então explique-nos p que é criacionismo. Explique-nos porque as passagens bíblicas como gêneses são literais. Explique-nos qual critério usado para interpretar gêneses de forma literal e apocalipse de forma metafórica. Quais os critérios teológicos usados para fazer esses tipos de abordagens as escrituras sagradas bíblicas.
        Ilumine-nos com vossa sabedoria honorável guru!!!

  4. Não se trata de dizer o que cabe a ciência e a religião discutirem. Quando a ciência se fecha para o diálogo, ela deixa de ser ciência por definição.

    • Não se trata de fechamento…. O criacionista Michelson Borges já foi convidado inúmeras vezes a participar de debates de criação e evolução no museu da USP. Ele nem sequer respondeu aos convites.
      O que ia acontecer na UNICAMP não era um debate entre ciência e religião…todos os membros só eram criacionistas adventistas, portanto seria um culto religioso patrocinado pelo poder público. Debates sim, com representantes de cada um dos lados. Agora fazer fórum de origem da vida como se fosse uma abordagem cientifica com pastores da adventistas sem nenhum representante de outras linhas de pensamento fomentado por um órgão do estado que deve ser laico é rasgar a constituição!!!

      • Está certo, Michelson Borges não tem que participar destes debates visto que não é a área dele.

  5. Engraçado que marxismo pode ser debatido e ensinado à vontade sem que apareça qualquer professor de física tentando fechar o IFCH por causa disso.

  6. Eu me faço alguma perguntas

    Nesses debates entre Criacionismo e Evolucionismo alguém já mudou de lado ?
    ou no fim acaba todo mundo da mesma forma ?
    Sera que tem algum sentido isso ?
    Sera que Deus realmente precisa de “advogados”?
    Porque quando a pessoa quer acreditar ela acredita no que ele quiser se a pessoa quer ser um ateu ou vice-versa não adianta…mesmo que você passe anos dificilmente ela vai mudar de opinião
    Vejo esses debates sem logica,
    Mas abro outros precedentes poxa vai quem quer é um evento ninguém seria obrigado a ir, se o cara quer ir la pro contestar vá, vejo que o bloqueio do evento mostra imaturidade, como se fosse converter todos ao criacionismo
    era um fórum não culto se ele realmente acredita porque proibir
    medo? outra coisa do gênero
    eu creio no criacionismo …respeito ambas partes não tem o porque desse bla bla bla deixa o evento o mesmo se fosse um evento evolucionista não tem o porque barrar já
    se vocÊ discorda vá ao evento mostre sua opinião com decência e ordem e claro

  7. O que físico e matemático têm com a biologia???? Note que quem boicotou não foi nenhum geneticista ou fisiologista, mas gente que lida com números e fórmulas!!!! Quanta demência!!! Outra: o povo deve parar de ler o demente do Dawkins e começar a apreciar os artigos (de verdade!!) de especialistas como Thomas Cavalier-Smith e Alstair Simpson que discutem relações filogenéticas (EVOLUÇÃO DE VERDADE!) entre os grandes grupos!! Sabiam que Simpson refere que animais, fungos e coanoflagelados são tão próximos (grupo monofilético) que deviam fazer parte de um único reino chamado Reino Opistokonta? Organismos fotossintetizantes estão espalhados por vários clados (ou reinos) filogeneticamente com poucas relações e não apenas no Reino Plantae? Este debate evolução tomou caminhos ridículos e o principal foco com as perguntas acima ficam esquecidas e escondidas da comunidade acadêmica. Acho que deveriam rever o conceito de debates sobre evolução (lógico que nada de físicos e matemáticos para dar pitacos!)…

  8. O motivo alegado para o cancelamento – ausência do “outro lado” – é o cúmulo do cinismo. Vejamos, nas Universidades Públicas os eventos que discutem:
    a) a reforma agrária, os palestrantes são, via de regra, do MST ou simpatizantes;
    b) o marxismo, os palestrantes são, via de regra, marxistas;
    c) o aborto, os palestrantes são, via de regra, abortistas;
    d) as cotas raciais, os palestrantes são, via de regra, racialistas;
    E por aí vai…A verdade é que não existe censura para causas “progressistas”. Sim, o Estado é laico, mas não ateu – lembre-se que a constituição foi promulgada “sob a proteção de Deus”

  9. Como sempre os ateus são os mais fracos e insignificantes cientistas… sempre manipulando e se organizando contra os criacionistas… Só sabem redundar em :”Prove que Deus existe”, quando eles mesmo não conseguem provar Onde foi parar o corpo de jesus, como uma arca foi construida e como permaneceu tanto tempo no monte ararath, não conseguem explicar nem reproduzir o sudário de Turin, não conseguem sequer desvendar o Dna completamente, e querem negar a criação… engraçado que apesar da teoria evolucionista que eles pregam tanto nunca conseguiram criar um processo evolutivo. Apesar de pregarem fortemente a origem do big bang nunca conseguiram reproduzir nem em pequena escala. Nunca conseguiram criar nada. tenho pena de ateus como tenho pena de retardados.

    • Ateus? voce não disse agora pouco que ha cientistas cristãos. Como pode generalizar todos como ateus?
      Argumente com coerência e não com ódio.

      Não é função da ciência explicar se Deus existe ou nao, ela é neutra e muito menos sobre o corpo de Jesus. Quem tem de provar isto são os membos da arqueologia bíblica, arqueologia sírio/persa ou mesmo o Rodrigo Silva, que ia participar desse forum na UNICAMP.

      A arca do monte Ararat foi refutada pelos proprios arquelogos biblicos, cuja a datação não bate com as datas biblicas. Diluvios sao relatados em religiões que surgiram antes e depois do cristianismo portanto o fato de serem mencionados não significa que foi em nivel global, alem do que, perguntas do tipo de onde veio a água e para onde foi depois do diluvio permanecem desconhecidas desde a época do padre Velikposvk. Como 1,568 milhoes de especies couberam dentro de uma arca, como houve a separação dos continentes ou como animais endemicos do brasil (Ema, jaguatirica, tamandua, capivara) e de outros locais do mundo chegaram partindo do monte ararat. E por fim, como os amerindios chegaram no brasil após o diluvio. Nada disso foi respondido por teologos, pastores ou mesmo teologos.

      Sudario de turim é realmente é confiavel? a datação dele mostra que suaorigem é de 1400 depois de cristo. E tem passagens escritas em grego e latim, ou seja, foi alterado. Ha tantos outros sudario antes do de turim que foram alegados ser do corpo de cristo. Porque o Vaticano não deixa fazer uma nova datação?

      Origem da vida. Há diversos artigos na comunidade cientificas que mostram como moleculas auto-cataliticas pode representar um metabolismo primordial e como as membras podem ter surgido com propriedades químicas semelhante a de POPCs.
      Eis alguns artigos que contestam suas afirmações…Boa leitura

      Ribosome Structure Mirrors RNA World

      The Evolution of Enzyme Specificity in the Metabolic Replicator Model of Prebiotic Evolution

      Adenine Synthesis in a Model Prebiotic Reaction: Connecting Origin of Life Chemistry with Biology

      Arturo Becerra, Luis Delaye, Sara Islas, and Antonio Lazcano. The Very Early Stages of Biological Evolution and the Nature of the Last Common Ancestor of the Three Major Cell Domains. Annu. Rev. Ecol. Evol. Syst. 2007. 38:361–79

      Antonio Lazcano. What Is Life? A Brief Historical Overview. CHEMISTRY & BIODIVERSITY – Vol. 5 (2008)

      Blaber offers clues on origins of life

      New Study Points to Proteins and Salt for Life’s Origin

      Origin of life emerged from cell membrane bioenergetics

      Lethal Mutants and Truncated Selection Together Solve a Paradox of the Origin of Life

      The Enzymatic and Metabolic Capabilities of Early Life

      The origin of life challenge: Searching for how life began

      Jump-Starting a Cellular World: Investigating the Origin of Life, from Soup to Networks

      How did LUCA make a living? Chemiosmosis in the origin of life. Nick Lane,1

      John F. Allen,2 and William Martin BioEssays 32:271–280

      Solving an unnecessary problem: chirality and the origin of life

  10. Ciencia : um monte de cara que só estuda na vida, vive de teorias( erra 90% e se vangloria dos 10% que acerta). Vejamos… Depois dos maias , nada de relevante fizeram… Já disseram que a Terra era plana, que o sol é que girava em torno dela, até hj não conseguiram fazer um calendário mais preciso que o dos maias (de 300 A.C.) etc…

    religião: baseadas nas escrituras (com 90% de acertos), Nunca errou, até hj a ciencia não conseguiu desmentir nem reproduzir o sudário de Turin, tem 70% de aceitação mundial, não tem medo de confrontar ideias nem provas, etc…
    A Maioria dos cientistas mais famosos e importantes aceitam a teoria criacionista, e muitos são cristãos…

    Resumindo: Ateu, na maioria das vezes, um nerd, sem familia, sem vida social, e sem sentido na vida.

    • Depois dos maias nada de relevante fizeram. Voce estar na internet ter carro e água quente no chuveiro é resultado do progresso cientifico. Voce é que não sabe o que é criacionismo e pior, não sabe o que é ciência. Esta enfiando tudo em um saco de gatos.

      O fórum foi organizado por membros da Adventista, nenhum doutor especialista em biopoiese foi chamado. Iria ser um culto sim, dentro da UNICAMP financiado pelo estado, quer voces aceitem isto ou não. Tinha que ser cancelado e o pró-reitor deveria ser multado por quase permitir que isto ocorra.

      Quer pregar, vá pregar na igreja. Os cientistas não ficam entrando em igreja pra falar como funciona o Boson de Higgs por uma questão de puro bom senso.

      Ser cientista e cristão não significa que ele aceite a literalidade de gêneses. Eu conheço professores de historia, geografia que são evangélicos e que rejeitam livros da biblia ou contestam ela exatamente por conhecem o carater das escrituras.
      Suas alegações são generalistas e portanto fogem do contexto!!!

    • Teorias erradas que lhe permitem ter anti-bioticos, carro, agua quente, tecnologia de informação, computador para escrever essas informações incoerentes. A ciência só lhe permitiu ter tudo isto e voce me diz que depois dos maias nada de útil foi produzido pela ciência?
      A ciência esta conhecendo as subparticulas da materia e voce me diz que nada foi produzido?

      Tem certeza que estamos falando de ciência? Oque a sua crença produziu nos últimos 2 mil anos?

      E voce ainda termina com um ad hominen…tenho família, vida social e um bom emprego. Voce ´s senso-comum puro, baseia-se em um argumento totalmente generalizado

  11. Sr. Ou Sra.Rossetti, me deu muito gosto ler seus blablabla, incerindo parte de literatura em ingles então …wow boy ain’t you a smart one, me lembrou meus temposde post graduação em 1979…viu também sou educada, mas so tem uma coisa que me preocupa, vcs nao deixarem haver a tal palestra , isto me fez lembrar tempos Horríveis nos quais as aulas de geografia foram canceladas pela DITADURA .Voces reamente não tem medo de ouvir e discutir a evoluçao right? Well just relax and assuma que seus argumentos ainda nao haviam sido colados de uma traducao. Valeu !

    • Então se alguém entrasse na sua aula do estado e começasse a pregar sobre Alah, Jeová, Abatolá ou Ganesha seria permitido?
      Veja o elenco dos palestrantes, adventistas organizando um evento como se fosse cientifico para justificar a ideia de que o Deus cristão criou tudo.

      Isso lhe parece ciência? Como falsear a existência de Deus? Como testa-lo em laboratório. É uma questão metodológica, são metodologias distintas e a metodologia cristã para explicar de onde tudo veio simplesmente não é cientifica. Sendo um ambiente acadêmico a UNICAMP, não cabe a um grupo de adventistas apresentar-se como ciência. É simples, é como permitir que os astrólogos se apresentem em uma universidade se apresentando como ciência. Crenças devem ser expressas pelos membros da sociedade, mas dentro do seu limite de atuação.

      A evolução é corroborada e atacada por cientistas. Apresentar argumentos de que deus criou não é um modelo cientifico. Paradigmas científicos são substituídos por outros paradigmas científicos. Se há incoerência nas ideias de Darwin elas precisam ser derrubadas usando a estrutura cientifica onde certamente outro modelo explicativo embasado na experiencia, mensuração falseamento seja adotado.

  12. Daqui a pouco o povo vai achar que uma discussão sobre astrologia, ufologia, sobre a existência de chupa-cabras e lobisomens também deve ser discutida em faculdades. Fala sério. Não é questão de se ter medo ou não, de liberdade ou não. É questão de coerência. Cada macaco no seu galho. Acho melhor o povo entender o que seja ciência…

    • Exato Alberto. O fato de não querer discutir algo não é simplesmente reflexo de medo, mas é pela incompatibilidade de certos assuntos. Galileu dizia que a ciencia explica o céu e a religiao como se vai para o céu.

      • Pois é. Nem se deve dizer que qualquer tema não seja válido para uma discussão. Mas sua relevância tem a ver com o contexto sob o qual a discussão é tomada.

        Não podemos, num simpósio que trata sobre etologia, propomos uma discussão sobre a influência da lua cheia sobre os hábitos alimentares dos lobisomens.

        É questão de contexto, de se objetivar as premissas que seriam discutidas.

        Ciência não é discussão sobre qualquer assunto.

  13. Achava que a base para a evolução da ciência era ouvir várias teses. Acredito que a minha tese de que a grande maioria dos professores de universidade federais e de pseudointelectuais é formado por gente fresca. É só alguém pensar diferente que é proibido de se manisfestar. Impressionante isso,

    • Não, eles se manifestam se alguém age como cientista e não é…como pro exemplo fingir que Deus é testável cientificamente. Isso não é mais crença em Deus pela fé, é fundamentalismo, é querer atribuir todos os ramos do conhecimento a Deus. Filosofia, ciência, artes, senso comum…tudo vai virando evidencia de Deus, até o que não é cristão vai sendo catequizado.
      Depois, quem se nega a essa conversão é tachado de ditador. Somos nós mesmos os ditadores? Olhe para a idade media e vera a resposta!!!

  14. Really? ? Acho q o Brasil não conhece a Liberdade.Sinto muito Srs. que pena eu tenho de seus filhos.Ditadores, decidindo por mim o que eu quero ou nao ouvir.

    • Liberdade ou libertinagem?
      Voce me propõe que a religião tenha liberdade total, inclusive de ser auto-definida por um grupo de pessoas, pastores que se intitulam cientistas? Logo isso vira uma teocracia….alias, já é (bancadinha de evangelicos la em brasilia mostra isso), só não se reconhece oficialmente.
      O fato de vivemos em uma pseudo democracia não implica que as pessoas podem redefinir conceitos e criar ideologias que lhes bem entende. Senão llgo voce vai ta defendendo democraticamente que partidos neo-nazistas concorram a eleições. Até a democracia tem suas limitações minha cara. Voce viveu em um momento histórico de nosso ais que eu peguei o finalzinho, mas me parece que voce confunder liberdade com libertinagem. Alias, o que é liberdade? Ela existe?
      Seguindo suas declarações, então acho que o mundo não sabe o que é liberdade. Nem Oxford, Princeton, Cambridge ou USP reconhece o criacionismo/D.I como ciência. Será uma conspiração do anti-cristo?

      Quanto a meus filhos, terão total liberdade se eles decidirem acreditar ou não em Deus. Só espero que tomem essa decisão quanto eles tiverem maturidade para julgar no que acreditar. Pretendo educa-los e não domestica-los na infância seguindo uma doutrina. Se para eles tudo existe segundo uma criação do Deus cristão, allah, abatolá…. isso é decisão dele. Se ele rejeita explicações cientificas, não terá problema algum, mas educar náo é só dar liberdade, é também reprimir quando for preciso. A escolha que ele tomar não fara ele ser mais ou menos o meu filho!!!

      Abraço Marize!!!

  15. só acho que a imparcialidade só existe nos papéis, pois o pensamentos laico tem que ser aceito por todos os cristãos mas os cristãos devem sempre se manter calados… a palestra sendo efetuada por cristãos foi barrada, se na minha grade de aula tiver três professores seguidos espiritas não vou a aula pois eles vão querer me dar um passe.. faça-me o favor hoje não podemos nem ter crenças que somos barrados de falar e desculpe mas ficar arrumando desculpas p justificar o cancelamento é pior ainda…

  16. Em primeiro lugar, a discussão não é entre cristãos e ateus, pois muitos cientistas são cristãos e concordam com a teoria da evolução. A revista presta um deserviço a este tema por confundir as coisas deste modo. Não há oposição entre ciência e religião em termos gerais. Mas a coisa complica quando grupos fundamentalistas religiosos tentam ensinar religião como ciência e pensam estar no meio de uma guerra santa tentando não esclarecer mas simplesmente atacar. De meu ponto de vista não há problema no debate em si, já o fiz várias vezes. Mas a função do debate é, como dito, esclarecer. E os combatentes do criacionismo não estão interessados no debate para esclarecer mas apenas em fazer propaganda. Eles sabem que criacionismo não é ciência. Mas pensam que ciência é religião. Eles não discutem com o outro lado, apenas jogam para a platéia. Terminado o debate, esclarecido que criacionismo não é ciência, eles não mudam. Marcam novo evento e começam tudo de novo como se nada tivesse ocorrido. Mesmos argumentos, mesmo blábláblá. Assim, se não é para esclarecer, que cada qual fique com seu cada qual. As religiões já tem uma multidão de sacerdotes, pastores, etc trabalhando em prol de sua divulgação. Mas acho pouco provável que eles queiram abrir suas igrejas e dar tempo em seus cultos para que seja divulgada a teoria da evolução, não é mesmo? Mas, espera, a idéia não era esclarecer?

  17. O Criacionismo é uma questão de fé, ninguém tem como provar.
    O Evolucionismo é uma questão de fé, ninguém tem como provar.
    Deixem os alunos ouvirem as palestras e terem seus próprios pontos de vista. Limitar as possibilidades de pensamentos sim, é fundamentalismo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s